texto

 

Hoje me deu vontade de falar um pouco aqui. De escrever neste site/blog.  Quero agradecer você que me acompanha desde quando eu criei esse espacinho aqui para compartilhar um pouco do meu cotidiano e de como eu vejo o mundo. Me viu crescer, evoluir, mudar de opinião milhares de vezes, mudar de costume, hábito e entre tantas outras formas. Afinal, somos inconstantes, e que bom!

Sabe? O foco do blog/canal pode estar mais nos vídeos atualmente, mas eu sempre fui de me expressar escrevendo. Desde criança, sempre foi tipo minha flama. Por isso acho curioso, e aquece meu interior em saber que se você está comigo dês dessa época, você de alguma forma me conhece mais do que outras pessoas.

Resolvi escrever esse texto também, porque eu tenho conhecido vocês. E eu tenho ficado tão feliz com isso, de verdade. Porque até então vocês me conheciam e eu não conhecia n a d a  de vocês. O que é bem singular. Mas saber por vocês mesmo que vocês leram meus textos, os primeiros e até os finais em que eu contei todas as minhas tentativas e inquietações sobre Londres, e o que passei enquanto estava lá, me fizeram muito feliz. Ou quando eu mesma estava lá (Londres) e conheci você , ou igual outro dia que estava tendo um dia péssimo e conheci você, conversei durante quase 1h e melhorou meu dia. Esses são alguns exemplos. Você que na verdade são vocês.

Eu só tenho a reconhecer e agradecer o carinho que recebo, que sinto que não é de seguidores e sim é de amigos e de amigas. A cada mensagem que recebo seja por dm, inbox, direct, etc. Eu sempre tento ler com o extremo carinho e responsabilidade como merece ser.

Tenho que confessar a vocês que realmente nem tenho desejo ou ansia de crescer muito nesses meios de redes sociais por medo de perder esse contato próximo, porque para mim, ainda é muito importante o contato direto com o ser humano e saber como ele está. E desculpa por não ser tão presente como eu era antes, mas a vida de jovem-adulta não é fácil. Anyway, contem comigo, e obrigada. ♡