Hoje me deu vontade de falar um pouco aqui. De escrever neste site/blog.  Quero agradecer você que me acompanha desde quando eu criei esse espacinho aqui para compartilhar um pouco do meu cotidiano e de como eu vejo o mundo. Me viu crescer, evoluir, mudar de opinião milhares de vezes, mudar de costume, hábito e entre tantas outras formas. Afinal, somos inconstantes, e que bom!

Sabe? O foco do blog/canal pode estar mais nos vídeos atualmente, mas eu sempre fui de me expressar escrevendo. Desde criança, sempre foi tipo minha flama. Por isso acho curioso, e aquece meu interior em saber que se você está comigo dês dessa época, você de alguma forma me conhece mais do que outras pessoas.

Resolvi escrever esse texto também, porque eu tenho conhecido vocês. E eu tenho ficado tão feliz com isso, de verdade. Porque até então vocês me conheciam e eu não conhecia n a d a  de vocês. O que é bem singular. Mas saber por vocês mesmo que vocês leram meus textos, os primeiros e até os finais em que eu contei todas as minhas tentativas e inquietações sobre Londres, e o que passei enquanto estava lá, me fizeram muito feliz. Ou quando eu mesma estava lá (Londres) e conheci você , ou igual outro dia que estava tendo um dia péssimo e conheci você, conversei durante quase 1h e melhorou meu dia. Esses são alguns exemplos. Você que na verdade são vocês.

Eu só tenho a reconhecer e agradecer o carinho que recebo, que sinto que não é de seguidores e sim é de amigos e de amigas. A cada mensagem que recebo seja por dm, inbox, direct, etc. Eu sempre tento ler com o extremo carinho e responsabilidade como merece ser.

Tenho que confessar a vocês que realmente nem tenho desejo ou ansia de crescer muito nesses meios de redes sociais por medo de perder esse contato próximo, porque para mim, ainda é muito importante o contato direto com o ser humano e saber como ele está. E desculpa por não ser tão presente como eu era antes, mas a vida de jovem-adulta não é fácil. Anyway, contem comigo, e obrigada. ♡







 

Olá beninas, tutu bom?

O vídeo de hoje é um tutorial bem rápidinho só ensinando fazer esse olho, que na minha sincera e humilde opinião, ficou bapho.

– produtos usados –

Paleta de Sombra: Anastasia Beverly Hills – Subculture
Paleta de Sombra: Miliani
Delineador: L’oreal
Lápis Preto: ChaneL

Lápis para contorno labial:  Maybelline
Batom: M.A.C – Cyber







 

Hey, fazia um belo de um tempo que não trazia ensaio de fotos aqui para vocês, não é mesmo? Bom, esses dias eu tirei umas fotos com um amigo meu, Jonas Felipe , para acompanhar o trabalho dele é só seguir o instagram dele .

E esse post ira ser dividido em duas partes, pois renderam ótimas fotos. 🙂

calça boyfriend: Forever 21
bota: yellow factory







 

Olá pessoas, tudo bem com vocês? Espero que sim!

Trouxe um tutorial de maquiagem e como sempre posto todos os produtos aqui para vocês, estou tentando ficar mais ativa tanto no canal como aqui no blog. Estou fazendo algumas alterações também, e quando estiver tudo pronto vou anunciar em todas as minhas redes sociais e claro em um vídeos. 🙂

Enfim, aguardem as novidades e espero que curtem o vídeo.

Produtos utilizados:

pele:
Base – Kiko Mat Mousse (minha cor 02 light rose)
EFFACLAR  BB BLUR – La Roche Posay

Corretivos coloridos – Kiko natural concealer
Corretivo – M.A.C

Bronzer – Hoola Benefit
Blush – M.A.C Cubic
Pó Compacto – Maybelline Fit Me
Iluminador – M.A.C Soft and Gentle

sobrancelha:
Máscara incolor para sobrancelhas – vult
Pomada para sobrancelha – Anastasia Beverly Hills
Máscara com cor para sobrancelhas – Benefit

olhos:
Paleta de Sombra: Anastasia Beverly Hills – Subculture
Delineador – L’oreal
Lápis Preto – Chanel

batom:
Lápis de boca – Maybelline 10 – É Assim e Ponto!
Latika – 33







 

Guerrilla Girls é um grupo formado por mulheres que luta por mais representatividade das mulheres no mundo da arte, e ganhou pela primeira vez exposição em São Paulo.

A mostra “Guerrilla Girls: gráfica, 1985 – 2017” traz mais de cem pôsteres que denunciam a baixa presença de artistas mulheres e negros em acervos de museus, galerias e coleções particulares.
O coletivo feminista Guerrilla Girls vai invadir o Brasil! O grupo, que luta por uma maior representatividade no mundo das artes, ganha uma exposição individual no país pela primeira vez.

Em cartaz até 14 de fevereiro, no Museu de Arte de São Paulo (Masp), a mostra “Guerrilla Girls: gráfica, 1985-2017” traz mais de cem pôsteres que denunciam a baixa presença de mulheres e negros em acervos de museus, galerias e coleções particulares.

As Guerrilla Girls existem desde 1985, em Nova York (EUA), como uma das principais vozes contra o preconceito no cenário artístico. Os cartazes eram produzidos e distribuídos pelos muros da cidade: “As ruas eram a forma de nos comunicarmos com as pessoas. Nosso trabalho tem uma dimensão pública importante”, afirmam integrantes do grupo.

O trabalho é feito inteiramente de modo anônimo – elas não divulgam detalhes ou números do coletivo e aparecem sempre usando máscaras de gorilas.

 

Endereço e Horário

Museu MASP,
de 29/9 a 14/02/2018
De terça (entrada gratuita) a domingo, das 10h às 18h; quinta, das 10h às 20h (última admissão: 30 minutos antes do encerramento)
Estação mais próxima: Trianon-Masp (linha verde)

(fonte: sp-arte)