filme

 

maxresdefault
The Boxtrolls é um filme de animação americano de 2014, dirigido por Graham Annable e Anthony Stacchi é baseada no livro infantil “Here Be Monsters”, de Alan Snow.

Conta a história de Pontequeijo, uma cidade amaldiçoada por seres misteriosos que roubam queijos e crianças durante a noite. Um garoto órfão chamado Ovo que foi criado por criaturas do submundo chamadas Boxtrolls ressurge dos esgotos e sai da sua caixa para salvar sua família e a cidade inteira de um terrível exterminador, Arquibaldo Surrupião. Durante a aventura ele conhece Winnie, uma garota que faz com que perceba que ele é, na verdade, um humano.

the-boxtrolls
O que eu mais gostei desse filme foi saber que ele foi feito através de stop motions , sério são belíssimos e delicados. E a mensagem que o filme passa tanto para as crianças como para os adultos é muito boa. Nunca julgar o desconhecido. Conheça antes de falar. 

Recomendo para todos, aposto que você vai se prender, mesmo se você não for uma criança.


Onde assistir: NetFlix








 

eat-pray-love-movie

Eat Pray Love (Comer, Rezar, Amar título no Brasil) é um filme americano de 2010. Um drama dirigido por Ryan Murphy, estrelado por Julia Roberts, adaptação para o cinema do best-seller autobiográfico Eat, Pray, Love: One Woman’s Search for Everything Across Italy, India and Indonesia, de Elizabeth Gilbert. Estreou em 13 de agosto de 2010.

Liz Gilbert (Julia Roberts) tinha tudo o que uma mulher moderna deve sonhar em ter – um marido, uma casa, uma carreira bem-sucedida – ainda assim, como muitas outras pessoas, ela está perdida, confusa e em busca do que ela realmente deseja na vida. Recentemente divorciada e num momento decisivo, Gilbert sai da zona de conforto, arriscando tudo para mudar sua vida, embarcando em uma jornada por três países que se transforma em uma busca por auto-conhecimento.

Na Itália, ela encontra o verdadeiro prazer da gastronomia. Na Índia, explora sua espiritualidade com o poder da oração. Em Bali, encontra sua paz interior e, inesperadamente, equilíbrio de um verdadeiro amor.

Filme-Comer-Rezar-e-Amar-Sinopse-Elenco-Trailer1
Eu nunca pensei que iria gostar desse filme. Quando esse mesmo lançou eu lembro que eu era adolescente e me recordo da minha mãe louca atrás dele no cinema, porque ela tinha lido o livro. E eu não via graça porque achava que só falava de uma mulher que queria achar um homem, e acreditava fielmente que esse filme nunca faria sentido na minha vida. Mas ele fez agora, e não sei se é a idade ou o que é, mas ele é muito mais do que isso.

Estou louca para comprar o livro em inglês, porque aproveito e treino um pouco a gramática e vejo se é muito diferente do filme.

Depois que terminei ele eu vi o quanto eu estava errada. A história é muito mais profunda do que isso. Fala muito mais de autoconhecimento, e de empatia ao próximo também. Eu fiquei apaixonada, acho que todo mundo deveria assistir esse filme. E por conta desse filme finalmente tomei a coragem que sempre senti dentro de mim de fazer uma viagem completamente sozinha para um lugar que sempre quis e que eu vou planejar. Ainda não vou contar para vocês, só quando isso se realizar.

 

Onde Assistir: Netflix








 

a-escolha-de-sofia
Sophie’s Choice (tradução: A Escolha de Sofia) é filme estadunidense de 1982, do gênero drama, dirigido e roteirizado por Alan J. Pakula e baseado no romance de 1979 de William Styron.

A história se passa em 1947 trazendo como primeira vista o personagem principal Stingo (Peter MacNicol). Um jovem aspirante a escritor vindo do sul que decide morar no Brooklyn na casa de Yetta Zimmerman (Rita Karin),  que disponibilizava quartos para alugar. Lá ele conhece sua vizinha de quarto de cima, e outra personagem principal, Sofia Zawistowska (Meryl Streep), que é polonesa e fora prisioneira em um campo de concentração nazista e Nathan Landau (Kevin Kline), namorado dela, um carismático judeu dono de um temperamento totalmente instável.

Em pouco tempo tornam-se amigos, sendo que Stingo não tem a menor idéia dos segredos que Sofia esconde nem da insanidade de Nathan.

colsophies

Nathan já me irrita de cara, porque logo no começo você já percebe o quanto relacionamento dele com a Sofia é abusivo. Ele é o típico cara que faz um monte de merd**, depois volta e falas desculpa, diz que vai melhorar e faz tudo de novo. Recado: caras assim não mudam!

E o começo do filme é bem arrastado, tem cenas que não precisavam ter, mas isso é típico de filme antigo. Mas minha dica é para vocês não desistirem! Sejam fortes! Eu só não desisti porque fiquei sabendo dos spoilers e quem me segue nas redes sociais já sabe que sou louca por eles, e eles me fizeram continuar. E vale a pena, a história é bem dramática e linda.

Recomendo para quem gosta de filmes de dramas, intensos que te fazem pensar na vida depois. Enfim, deixo o trailer abaixo. 🙂








 

asfsdfgagfd1-e1415037847284
sinopse

Bruno tem nove anos e não sabe nada sobre o Holocausto e a Solução Final contra os judeus. Também não faz idéia que seu país está em guerra com boa parte da Europa, e muito menos que sua família está envolvida no conflito. Na verdade, Bruno sabe apenas que foi obrigado a abandonar a espaçosa casa em que vivia em Berlim e a mudar-se para uma região desolada, onde ele não tem ninguém para brincar nem nada para fazer. Da janela do quarto, Bruno pode ver uma cerca, e para além dela centenas de pessoas de pijama, que sempre o deixam com frio na barriga.

Em uma de suas andanças Bruno conhece Shmuel, um garoto do outro lado da cerca que curiosamente nasceu no mesmo dia que ele. Conforme a amizade dos dois se intensifica, Bruno vai aos poucos tentando elucidar o mistério que ronda as atividades de seu pai. O menino do pijama listrado é uma fábula sobre amizade em tempos de guerra, e sobre o que acontece quando a inocência é colocada diante de um monstro terrível e inimaginável. – Skoob

o que eu achei

IMG_2377O menino do pijama listrado conta a história do Bruno, uma criança que nem imagina que está vivenciando a segunda guerra mundial. Ah, só para deixar claro, esta história é fictícia, muitas pessoas confundem achando que é verídica, por tantos livros que existem sobre esta guerra, acaba confundindo mesmo, normal. Voltando ao livro. Bruno por personagem bem novinho e o principal da história acaba dando um ar todo ingênuo para o livro, mas sem perder pontos fortes, como por exemplo que seu pai é um nazista e trabalha para o exercito alemão.

Apesar dele achar que o trabalho do pai é sinônimo de grande heroísmo, conseguimos perceber ao longo do livro que ele começa a questionar certas atitudes do pai, e de seu professor particular, que coloca os judeus como se fosse a pior raça do mundo, e podemos ver isto em diversas cenas. É super interessante, e emocionante, pois percebemos como uma criança não entende o ódio alheio, que os nazistas nutriam pelos judeus sem ao menos conhecer um de perto. Aquela coisa pura de criança faz toda a diferença no enredo.

IMG_2378

Sobre os personagens secundários posso afirmar que você vai se irritar com a irmã dele, gostar da mãe, odiar o pai, e sentir muita compaixão pelo “criados”. Vale dar um destaque para a segunda mencionada, na minha frase acima, eu adorei a força dela de enfrentar o marido, ela o questiona e tem um forte temperamento. Outro personagem muito legal, que não poderia deixar de mencionar, é a avó do menino. Ela literalmente não aceita o que seu filho, o pai de Bruno, faz e da um gelo e diversas vezes briga com ele. Como vocês podem perceber eu adoro personagens que enfrentam injustiças.

Enfim, esses foram alguns dos motivos do porque eu dei cinco estrelas (nota máxima) para este livro. Ele é super emocionante e envolvente, e o final vai fazer você chorar. Ok, que eu não chorei, mas não conta, pois sou meio “coração frio” pra certas coisas, e não conheço uma pessoa, além de mim, que não deixou uma lagrima cair lendo O menino do pijama listrado.

consideraçÑoes finais modelo 2

Indico esse livro para quem, assim como eu, adora temas sobre segunda guerra e coisas do tipo. O tema tem um clima mais pesado, mas sempre nos ensinam coisas ótimas. Outra dica que eu dou é, veja o filme antes de ler o livro, porque apesar do filme ser bem fiel ao livro não supera o final e algumas cenas que foram cortas. Então para não achar o filme um pouco “bléh”, veja-o primeiro, porque da mais chances de você se apaixonar e querer ler.

Abaixo deixo vocês com o trailer. Espero que tenham gostado. coracao-1_xl