cabelos cacheados

 

Oi gente, tudo bem com vocês? Após muitas cobranças e indiretas (inclusive em vídeo) da Lena principalmente, enfim saiu meu primeiro vídeo solo.

O vídeo de hoje é sobre como eu cuido do meu cabelo vermelho. Nele eu mostro os produtos que eu uso, como eu cuido e também faço um tutorial rapidinho de como reativar a cor e hidratar o cabelo ao mesmo tempo. Espero que gostem 🙂

PS: participação especial da minha filhote de jaguatirica anã, Lucy

 







 

Essa é a segunda e última parte do post, a primeira está disponível aqui. No post anterior eu mostrei o 1º passo da UTI capilar pós praia que eu fiz, ele já tinha recuperado bastante o meu cabelo, mas como eu precisava retocar a cor achei melhor fazer o 2º passo.

O 1º passo foi uma Umectação seguida de Nutrição com o Método LOC. O método LOC é a ordem de aplicação dos produtos, que vão interferir no resultado da hidratação. L é o líquido (água), O é o óleo e o C é o creme. Depois dele eu dei uma pausa de dois dias.

Segundo passo

O 2º passo é basicamente o mesmo procedimento do 1º, mas no lugar do óleo eu usei queratina líquida. Primeiro você vai precisar umidificar o cabelo, repartir em mechas e passar a queratina, sempre dando uma atenção especial para as pontas. Eu deixei a queratina no meu cabelo mais ou menos por duas horas. Depois eu apliquei a máscara reconstrutora Dream Cream da Lola Cosmetics, o cheiro dessa máscara é maravilhoso. Coloquei a touca térmica, deixei por 30 minutos, lavei e finalizei como de costume.

Na parte da finalização eu gosto de usar o óleo de coco como reparador de pontas ou em algumas mechas mais insistentes. Eu retoquei a cor do meu cabelo dois dias depois. O resultado:

resultado

Como não deu para tirar uma foto mais decente do resultado, vai essa mesmo hahahhaha. Me desculpem, mas eu estava sem maquiagem e no trabalho. Posto uma foto melhor no Instagram do blog.

Se você testou um dos passos e gostou, conta pra gente depois.







 

O PB tirou uma semaninha de recesso porque eu e a Lena estávamos no Guarujá, mas já estamos de volta e justamente essa pequena viagem gerou esse post. Passei três dias na praia e foi o suficiente para detonar meu cabelo cacheado e colorido.

uti capilar

É de partir o coração né?

A água do mar além de levar a cor, deixou meu cabelo bem áspero e com as pontas espigadas. Mas existe solução para tudo nessa vida e meu cabelo já saiu da UTI, já consegue respirar sem a ajuda de aparelhos e hoje eu vou mostrar para você como eu consegui recuperar meu cabelo.

São dois passos super simples, mas com intervalo de alguns dias entre eles. O intervalo desses dias vai depender de você e do seu cabelo. O 1º passo já foi quase suficiente para o meu cabelo, então o meu intervalo foi de dois dias, mas eu resolvi dividir o post em duas partes porque eu vou incluir na parte 2 o retoque da cor, e para isso tem mais um intervalo.

Primeiro passo

O 1º passo é uma Umectação seguida de Nutrição com o Método LOC. É bom fazer em um final de semana ou em um dia que você possa ficar várias horas em casa.

O método LOC é a ordem de aplicação dos produtos, que vão interferir no resultado da hidratação. L é o líquido (água), O é o óleo e o C é o creme.

Não precisa encharcar seu cabelo com água, é só umidificar um pouco com borrifador. Eu costumo borrifar apenas água, mas você pode acrescentar D-Pantenol, glicerina ou aloe vera (babosa). Após umidificar os cabelos é bom esperar alguns minutinhos para passar o óleo.

O óleo pode ser óleo de oliva (azeite extravirgem), óleo de rícino, óleo de coco, ou qualquer outro óleo vegetal de sua escolha. Eu usei o óleo de coco. Para aplicar você precisa separar todo o seu cabelo em mechas e ir enluvando mecha por mecha com o óleo, dando atenção especial para as pontas. Essa etapa é a Umectação. Minha irmã (minha cabeleireira oficial) me ajudou nessa parte. Meu cabelo ficou assim com o óleo:

umectação

Eu fiz um coque e deixei o óleo no meu cabelo por cinco horas. Depois separei novamente meu cabelo em mechas e apliquei a máscara Morte Súbita da Lola Cosmetics, ela geralmente é recomendada para Nutrição. Comprei recentemente essa máscara, é a segunda vez que eu uso e estou entendendo tanto alvoroço com essa marca. Coloquei a touca térmica, deixei por 30 minutos, lavei e finalizei como de costume.

Tive dois day after depois desse passo, a única coisa que continuou me incomodando foi a cor, mas eu precisava do 2º passo para retocar. Prometo que posto essa última parte no sábado.

Se ficou alguma dúvida ou tem alguma outra dica é só conversar com a gente nos comentários.

 







 

hidratação bomba

Oi gente, hoje eu vou ensinar uma receita de hidratação bomba caseira que eu testei e deu muito certo.

Faz um mês que eu estou na transição para a técnica Low Poo. O low se adapta melhor em cabelos cacheados, mas é uma técnica para todos os tipos de cabelo, que consiste em diminuir o uso de shampoos com sulfatos (o no poo abole 100% o uso de shampoos), e abolir produtos com parafina líquida, parabenos e alguns tipos de silicones. Precisa de muita paciência para aprender a ler os rótulos dos produtos. Se você quiser saber mais sobre a técnica existe esse grupo aqui no Facebook para iniciantes que é muito bom.

Participando desse grupo sobre a técnica eu aprendi várias receitas super tranquilas de fazer em casa e resolvi testar a hidratação bomba versão bepantol e queratina essa semana.

A receita dessa hidratação é bem simples:

  • 3 colheres de creme da sua preferência que seja de hidratação (nutrição ou reconstrução não pode);
  • 2 colheres de açúcar ou mel;
  • 1 tampa de bepantol líquido;
  • 1 colher de queratina líquida.

Como o meu cabelo está um pouco abaixo do ombro, 3 colheres seria muito, então  eu usei 2 colheres da Máscara Capilar Revitalização e Brilho da Phytoervas, 2 colheres de mel, o bepantol e a Max Queratina da Novex., misturei tudo em um recipiente , fui aplicando aos poucos no cabelo limpo e coloquei uma touca térmica por 30 minutos.

Para finalizar, no último enxágue, usei 2 colheres de vinagre de maçã em 500 ml de água fria, para selar as cutículas do cabelo. Não se preocupem, não fica com cheiro de vinagre. Depois você pode usar o Leave-in de sua preferência, eu uso o da linha Argan da Vult.

Meu cabelo ficou assim:

resultado cabelo







 

IMG_0742
Oi gente, eu sou a Dandara e estou estreando por aqui. Para uma rápida apresentação, acho que a minha característica que mais marca alguma criatura quando me conhece (além da cara de brava) é o meu cabelo. Então resolvi contar um poquinho da minha história de amor e ódio e os meus cuidados com ele.

Tenho cabelo cacheado e houve uma época, há muitas primaveras, onde era muito difícil aceitá-lo. Eu ouvia piadinhas na escola e queria ter o cabelo das artistas que eu gostava naquela época. Passei pela fase escova+chapinha, mas um belo dia eu resolvi chutar o pau da barraca e aceitar meus cachinhos. Só que surgiu outro problema, como que lida com cabelo cacheado?

Minha única fonte de informação era minha mãe, mais cacheada do que eu, e algumas pessoas aqui e ali. Revistas e outras mídias (internet ainda não era pop) nem pensar. Mas fui pegando o jeito e agora estou prestes a embarcar em outra aventura capilar, o low poo (mas como estou em transição, isso fica para outro post). É essa falta de informação que nós cacheadas enfrentamos, que me motivou a compartilhar meu humilde conhecimento no assunto, humilde mesmo não sou nenhuma especialista na área.

Cuidados diários

Quem não tem cabelo cacheado nunca vai entender porque diabos demoramos tanto no banho. Não é um simples ritual de shampoo e condicionador. Primeiro que cabelo cacheado se penteia no banho, ainda super molhado e com pente de madeira ou com os dedos. Geralmente é necessário algum produtinho de tratamento rápido algumas vezes na semana, e é claro, escolher aquele dia básico para aquele senhor tratamento. O ideal é ter uma máscara para hidratação, outra para nutrição e outra para reconstrução.

Era uma rotina básica até eu resolver mudar radicalmente a cor dele (tutorial aqui).

Foto com o Rony por motivos de: eu divido um filho com a Lena

Foto com o Rony por motivos de: eu divido um filho com a Lena

Mas para isso aqui não ficar gigantesco, vou falar do basiquinho matinal mesmo. Eu tenho três leave-in diferentes, que eu uso em dias diferentes.

Esse aqui é o Umidificador Creme Extrato de Romã + Colágeno e Elastina da Alpha Line. Eu comprei ele no Teruya (centrão de São Paulo) e se não me engano paguei R$17,00. Costumo usar ele para finalizar quando eu lavo ou hidrato o meu cabelo, porque ele é mais pesadinho e define bem.

IMG_1095
Esse aqui é o Ativador de Cachos Mandioca Afro da Haskell, uma amiga minha me recomendou muito ele e trouxe de BH (não achei em SP), paguei R$35,00. Ele é minha arma secreta para o bad hair day, costumo usar junto com algum óleo de argan ou só ele mesmo.

IMG_1096
Esse aqui é o Leave-in de Argan da Vult, comprei em uma farmácia e paguei R$17,00. Ele é bem dia a dia mesmo, bem levinho, não pesa no meu cabelo e aguenta o dia todo. Uso praticamente todos os dias antes de sair de casa.

IMG_1098
Meus leave-in duram bastante, meses mesmo. Não precisam lotar o cabelo de produto, porque ele fica muito pesado. Não adianta ficar brigando com o seu cabelo, tentando domar os cachos, eles tem personalidade e vida própria mesmo, por isso são lindos e marcantes.

Espero que tenha sido útil. Se quiserem mais dicas, dúvidas, críticas, comentem ai. 🙂

IMG_2670