Eventos/ Séries/ Filmes/ Música

 

Aqui estou com abstinência (bem pesada) de GOT, o que fazer com isso? Me afundar em mais séries, claramente. Então selecionei minhas série favoritas, algumas são novas, terminei recentemente e outras estou assistindo ainda na netflix.

Já deixo adiantando que todas são ótimas! Vamos a lista? 😀

 

Mindhunter . 

Essa série é baseado no livro best-seller do NYT, que relata os anos que John Douglas passou perseguindo serial killers, desenvolvendo seus perfis para prever seus próximos passos  A série mostra como eles tiveram dificuldade em serem os primeiros a envolver crime com psicologia, e também foram eles que surgiram com o termo “serial killer”. O que eu mais gosto é que geralmente quando vemos filmes/série sobre o assunto foca sempre nos assassinatos e neste mostra mais os diálogos e lado psicológico, então esteja preparado.

– Primeira temporada

 

Alias Grace .  

Grace Marks (Sarah Gadon) é uma jovem irlandesa de classe média baixa, que se muda para o Canadá junto com a sua família. Contratada para trabalhar como empregada doméstica na casa de Thomas Kinnear (Paul Gross), ela é condenada à prisão perpétua pelo assassinato brutal do seu patrão e da governanta da casa, Nancy Montgomery (Anna Paquin). Passados 16 anos desde o encarceramento da imigrante, o Dr. Simon Jordan (Edward Holcroft) é contratado e analisa o caso e fará de tudo para descobrir a verdade sobre o caso. O mais bizarro é que tudo isso é baseado em fatos reais

– Primeira temporada

 

Vikings . 

A série é inspirada nas histórias de invasões, comércio e exploração dos Nórdicos da Escandinávia medieval. Geralmente quem gosta de GOT, também ama essa série, eu sou uma prova viva disto. A série segue as explorações do lendário líder Viking Ragnar Lothbrok uma figura histórica que viveu no período Medieval. Considerando-se descendente de Odin, Ragnar busca dominar vários territórios da Europa.

– Quinta temporada (o netflix ainda não disponibilizou a quarta temporada completa)

 

The Last Kingdom .

A história acompanha o jovem Uhtred, um nobre que perdeu os pais em um dos ataques vikings. Levado e criado por eles, Uhtred cresce e se torna um guerreiro. Mais tarde, ele parte com a missão de conquistar as terras onde nasceu.  Enquanto isso, o Rei Alfredo enfrenta problemas políticos e religiosos para unificar os reinos e transformá-lo no que hoje é a Inglaterra.

– Segunda temporada ( netflix não disponibilizou a segunda temporada)

 

Anne with An “E” .

Depois de treze anos sofrendo no sistema de assistência social, a orfã Anne é mandada para morar com uma mulher ranzinza e seu irmão. A pequena menina é repleta de imaginação e de seu intelecto, a Anne vai transformar a vida de sua família adotiva e da cidade que lhe abrigou, lutando pela sua aceitação e pelo seu lugar no mundo.

– Primeira temporada (foi renovada para segunda temporada)







 

izombie_-_season_3
Decidi começar a assistir a essa série de tanto vocês por twitter, youtube, instagram. Enfim, todas as redes sociais possíveis falarem como eu parecia a personagem principal. Me rendi, e estou me sentindo com cara de defunto no momento já que literalmente ela é um zumbi! hahaha.

iZombie (estilizado como iZOMBiE) é uma série de televisão americana desenvolvida por Rob Thomas e Diane Ruggiero-Wright, transmitida pela emissora The CW desde 17 de março de 2015, e estrelada por Rose McIver. A série é uma adaptação livre da série de histórias em quadrinhos de mesmo nome criada por Chris Roberson e Mike Allred, e publicado pela DC Comics com sua marca, Vertigo.

A série foi oficializada no segundo semestre de 2013, com ordem de 13 episódios para a primeira temporada, que estreou em 17 de março de 2015. A segunda temporada foi lançada em 6 de outubro de 2015 e a terceira temporada será lançada em 4 de abril de 2017.

A série estreou nos Estados Unidos em 17 de março de 2015. Em 6 de maio de 2015, a emissora norte-americana The CW renovou a série para uma segunda temporada que estreou em 6 de outubro de 2015.

large

Olivia “Liv” Moore, uma médica residente de Seattle, é transformada em uma zumbi quando vai à uma festa em um barco, e sua vida vira de cabeça para baixo. Para lidar com seu novo apetite por cérebros, Liv consegue um emprego em um necrotério para que consiga sobreviver ela come os cérebros de vítimas de homicídio cujos corpos são entregues ao necrotério.

Seu segredo é adivinhado por seu chefe, Ravi Chakrabarti. Gradualmente, Ravi se torna amigo e confidente de Liv e, como cientista, fica intrigado com a condição dela. Sempre que come o cérebro de uma vítima temporariamente herda alguns de seus traços de personalidade. Ela também herda visões da vítima que muitas vezes dão pistas sobre o assassinato. Essas visões podem ser geralmente desencadeadas por vistas (acontecimentos ou objetos) ou sons (frases repetidas).

large-1
Liv usa esta nova habilidade para ajudar a Polícia de Seattle a resolver crimes, passando-se como psíquica, enquanto Ravi trabalha para desenvolver uma cura para o estado de Liv, na esperança de que um dia ela recupere sua vida antiga.

A série tem duas temporadas até agora e foi renovada para a terceira que contará com 13 episódios, assim como a primeira. 😀

E vocês já conheciam essa série? O que acham dela?

Onde Assistir: Netflix







 

unknown

Black Mirror é uma aclamada série de televisão britânica antológica criada por Charlie Brooker, que apresenta ficção especulativa com temas sombrios e às vezes satíricos que examinam a sociedade contemporânea, especialmente no que diz respeito às consequências imprevistas das novas tecnologias. É produzida pela Zeppotron para a Endemol.

Em relação ao conteúdo e a estrutura da série, Brooker destacou que “cada episódio tem um elenco diferente, um set diferente e até uma realidade diferente, mas todos eles são sobre a forma como vivemos agora – e a forma como nós poderemos viver em 10 minutos se formos desastrados.”

 

blackmirrort3-3
Após ter recebido críticas positivas, a série, que era originalmente transmitida no Channel 4, passou a ter alcance internacional crescente (particularmente nos Estados Unidos) após ser inserida no catálogo da Netflix. Stephen King também demonstrou interesse na série.

Em 2013, Robert Downey Jr. escolheu o episódio “The Entire History of You” (escrito por Jesse Armstrong) para, potencialmente, ser transformado num filme pela Warner Bros. e sua própria produtora, a Team Downey.

Como foi comentado pelos próprios produtores acima a ideia principal da série é criticar em cada episódio como a nossa sociedade se encontra nos tempos atuais. E cada episódio é diferente, e dirigido por alguém diferente e não tem continuidade. Sim é uma história única por episódio, então da pra escolher aleatoriamente. Acho que por isso chama tanta atenção essa série, pela sua proposta.

Deixei o trailer abaixo. 🙂

Onde Assistir: Netflix







 

gilmore-girls

Gilmore Girls (Gilmore Girls: Tal Mãe, Tal Filha como conhecida em português) é uma aclamada série do canal americano CW e ganhou popularidade mundial no começo dos anos 2000. Criada por Amy Sherman-Palladino e estrelada por Lauren Graham e Alexis Bledel, o seriado é exibido no Brasil pelo canal Warner Channel na TV paga. A série estreou em 5 de outubro de 2000 e terminou em 15 de Maio de 2007 na sua sétima temporada no canal The CW.

Porém, recentemente o Netflix confirmou o retorno da série com apenas quatro novos episódios para TV de 90 minutos de duração que serão disponibilizados para streaming no mesmo ano. Os novos episódios serão escritos e dirigidos pela criadora da série e seu marido, Daniel Palladino, sob o título Gilmore Girls: Seasons.

A série começou a ser exibida no canal pago Boomerang, em março de 2010. Na TV aberta, a série foi ao ar pelo canal SBT. Em 10 de Outubro de 2011, a emissora exibiu o último episódio da série. A série foi exibida de segunda a sexta pela MTV Brasil, do dia 1° de outubro de 2014 até 29 de maio de 2015.

tumblr_oappnfoVQz1somkjmo2_250
A série conta a história do cotidiano da mãe solteira Lorelai Victoria Gilmore (Lauren Graham) e sua filha Lorelai “Rory” Leigh Gilmore (Alexis Bledel) que vivem na pequena cidade fictícia de Stars Hollow, em Connecticut, pequena cidade com personagens bem peculiares e localizada cerca de trinta minutos de Hartford. A série explora diversos assuntos como família, amizades, conflitos geracionais e classes sociais.

Gilmore Girls tem como características os diálogos rápidos com poucas pausas, frequentes referências à cultura popular e política, e comentários sociais, manifestados mais claramente no difícil relacionamento de Lorelai com seus pais da alta sociedade Richard Gilmore (Edward Herrmann) e Emily Gilmore (Kelly Bishop).

Depois de muita insistencia da minha amiga Dandara que vocês já conhecem e minha prima que mora aqui (Londres) me indicar finalmente comecei a assistir essa série, e estou viciada. Socorro, porque tenho 429423 séries para assistir e agora arranjei mais uma. Pelo menos essa já está finalizada. Enfim, fiquem com o trailer abaixo 🙂

 







 

12156397
Vocês sabem que sempre gosto de trazer para vocês temas “polêmicos” pra debater, e documentários interessantes que mostraram a realidade de diversas mulheres pelo mundo e não só a nossa da individualmente. O de hoje é o Tricked, feito pelos diretores John Keith Wasson e Jane Walls retrata a indústria pornográfica, prostituição, cafetões, e como isso gera o tráfico sexual de pessoas.

Também retrata a parte da internet, já que a mesma criou a era de ouro para a indústria do sexo. A atração pelo prazer está a apenas em um clique de distância, de um comércio que lida com 87 milhões de dólares por dia, gerando 3 bilhões de dólares por ano! Um retrato sobre a constante evolução do négócio e seus envolvidos: operadores, vítimas, resumindo traz uma visão de como funciona o mundo da prostituição de modo geral.
1*lKF2NFpfI27GFII-sUFWow
O documentário tem cerca de 1h13 minutos e é bem intenso. Pois mostra uma realidade de diversas mulheres, que é extremamente triste e pesado. Ainda mais por saber que o sofrimento, a dor e a morte delas causam dinheiro e divertimento de alguns. Já deixo avisado que é bom assistir quando estiver de bom humor, porque é um daqueles documentários que te deixa pensativos e desacreditado sobre o mundo.

Eu não abordarei mais sobre este tema, com outras referencias que eu tenho, neste post, pois quero gravar um vídeo falando somente sobre isso, e cultura do estupro, etc. Que tem muito haver com isto, e quando este mesmo estiver no canal colocarei ele aqui para vocês. 🙂

Infelizmente eu não achei o trailer do documentário com legenda, mas não está difícil de se entender.

Onde assistir: Netflix