Como vocês puderam ver nos posts anteriores, há pouco tempo deixei de ser platinada para pintar o cabelo de ruivo, um desejo que tenho há muito tempo (desde antes de platinar), mas que faltava coragem. E como eu desconto todos meus sentimentos no cabelo, tive cinco minutos pra mudá-lo completamente e pintei alguns dias antes do natal.

Desde a primeira vez que passei tinta no cabelo, fiz tudo em casa (apenas duas vezes fui tingir no cabeleireiro), afinal desse jeito economizo um bom dinheiro, especialmente porque sempre compro as mesmas tintas usadas em salão por conta de uma amiga da minha mãe. Minha cabeleireira não-profissional, a propósito haha. Para alcançar a cor que desejava, usei a tinta louro escuro avermelhado, número 6.4.

Uma das vezes que fui ao salão, foi para virar ruiva porque fiquei com medo de fazer besteira caso o fizesse em casa, já que o cabelo platinado é bem chatinho quando misturado com outras químicas ou tintas. Por conta disso resolvi fazer esse post, além de mostrar o resultado pra vocês (um pouco atrasado, mas ta valendo haha).

Caso você tenha o cabelo platinado e deseja mudar a cor, CUIDADO! Se não tiver muita prática em mexer com cabelos e tinturas, vá no salão. Eis aqui alguns dos motivos:

– Por conta das vezes que o cabelo foi descolorido, a tinta acaba não pegando tanto, então diferente do que muita gente acredita (inclusive eu), é super difícil conseguir um tom mais escuro porque a tinta simplesmente não é absorvida pelo cabelo.

– Por isso, muitas vezes é preciso fazer uma pré-coloração antes (foi o meu caso, da primeira vez meu cabelo ficou uma mistura de rosa com laranja claro, horrível! Por esse motivo o cabeleireiro usou um tom de tinta mais escuro do que eu queria antes e mesmo assim não pegou praticamente nada).

– Apesar da pré-coloração etc, a tinta não pega por igual logo na primeira vez. No meu caso, meu cabelo ficou com dois tons diferentes, na raíz o ruivo ficou do jeitinho que eu queria e nas pontas ficou bem mais claro, meio pro castanho. Ou seja, por conta do platinado, demora alguns retoques para a cor fixar bem e se igualar.

– É indicado de tempos em tempos mudar a cor do platinado para o cabelo “descansar”. Com o tempo, ele vai ficando mais ressecado e mais difícil de ficar branco. Pude ver isso acontecer direitinho no meu, nos últimos meses ele ficava amarelado bem mais rápido. Usar produtos bons também ajuda a estragar menos o cabelo quando ele é platinado, a Lena fez um post bem legal falando sobre isso!

Eis aqui o resultado da minha nova aventura capilar (haha):

cabelo_ruivo_psycho_blondies

cabelo_ruivo_trança_raiz_psycho_blondies

cabelo_ruivo_curto_psycho_blondies

Por último, deixo aqui um aviso que amanhã estou partindo para NY passar duas semanas e pretendo atualizar o blog de lá! Então, aguardem os próximos posts!

xxx

psycho_blondies_flavia_machado








2 thoughts on “Argan: a febre

  1. Amei suas postagens, inclusive essa voltada para os cabelos.
    Só duas pergunta. Não tem problema se eu já incluir o óleo de argan nos produtos durante a fabricação? Os produtos como Shampoos, condicionador e hidratantes para rosto e corpo. Depois de usar, não tem problema sair no sol?

    1. Não tem problema passar o óleo de argan e sair na rua, ele também é um ótimo reparador de pontas e anti frizz. Não entendi sua pergunta em relação a adição do óleo no processo de fabricação, você quer saber se tem problema você misturar o óleo nesses produtos?

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *