zara

 

captura-de-tela-2016-11-24-as-19-55-53

Fazia muito mais muito tempo que não compartilhava um look com vocês! E como já disse no post de ontem essa semana (até semana que vem) estarei viajando para Amsterdã, então resolvi deixar vários posts e vídeos pontinhos para vocês. Espero que gostem do look de hoje. 🙂

img_2891

picmonkey-collage
Casaco: Zara
Camisa: Zara
Calça: não lembro 🙁
Oxford: dr. Martens

 








 

large-2
Oláá, voltamos nessa terça com mais uma dica de moda, desta vez para ajudar a você a consumir conscientemente. Vocês que acompanham o blog já devem terem percebidos que sempre apoiamos causas sociais e o nosso posicionamento com marcas de roupas, ou de cosméticos sobre questões que envolvem trabalho escravos, ou o sofrimento dos animais, que geralmente são usados para testes de maquiagem ou abatidos para virarem casacos. Somos totalmente contra esses tipos de consumos, e acreditamos que é possível sim consumir livre desses males!

Então hoje vim indicar um aplicativo para celular em que você pode ver qual marcas foram acusadas de trabalhos escravos e esses detalhes. O app Moda Livre está disponível gratuitamente para Android e Iphone, ele apresenta de forma ágil e acessível  as medidas que as principais marcas e varejistas de roupa do país vêm tomando para evitar que as peças vendidas a seus clientes sejam produzidas por trabalho escravo. Lançado em dezembro de 2013, o app foi desenvolvido pela ONG Repórter Brasil, referência nacional na defesa dos direitos humanos.App-Moda-Livre-01

Moda e trabalho escravo

O Moda Livre avalia os principais grupos varejistas de moda em atividade no país, além das empresas em que a produção de roupa foi marcada por casos de trabalho escravo flagrados por fiscais do Ministério do Trabalho e Emprego (MTE). A Repórter Brasil convidou todas as companhias a responder a um questionário-padrão que avalia basicamente quatro indicadores:

1. Políticas: compromissos assumidos pelas empresas para combater o trabalho escravo em sua cadeia de fornecimento.

2. Monitoramento: medidas adotadas pelas empresas para fiscalizar seus fornecedores de roupa.

3. Transparência: ações tomadas pelas empresas para comunicar a seus clientes o que vêm fazendo para monitorar fornecedores e combater o trabalho escravo.

4. Histórico: resumo do envolvimento das empresas em casos de trabalho escravo, segundo o governo.

Sinal vermelho
As respostas geram uma pontuação e, com base nela, as empresas são classificadas em três categorias de cores: verde, amarelo e vermelho. Aquelas que não responderam ao questionário, apesar dos insistentes convites, foram automaticamente incluídas na categoria vermelha.

O aplicativo não recomenda que o consumidor compre ou deixe de comprar roupas de determinada marca. Apenas fornece informações para que faça a escolha de forma consciente.

O App está disponível na loja da Apple e no Google Play e roda nos sistemas operacionais iOs 5+ e Android 4+. Pode ser encontrado com os termos de busca “moda livre” e “moda livre repórter brasil” ou através dos links na Apple Store e no Google Play.

Se vocês se interessarem por este post e querem saber quais marcas de cosméticos testam e não testam em animais é só dar uma olhada neste post antigo clicando aqui.

Espero que tenham gostado da dica e consumam com mais consciência coracao-1_xl

Fonte: Repórter Brasil








 

Ontem fui conferir a mostra 30 x Bienal, na Bienal e aproveitei e tirei algumas fotos para vocês antes de entrar lá – era para termos ido ao Vogue FNO também, mas infelizmente por conta da distância, trânsito e rodízio de carros, não pude ir…

Falarei mais sobre a mostra em um outro post, destinado à ela!

531927_10202517646881496_623745480_n

580317_10202517646441485_771167393_n

1234031_10202517645121452_1406287635_n

553130_10202517646121477_55935064_n

1236943_10202517645601464_904830810_n

1238232_10202517647561513_2026936349_n

Look

Blusa: Ganhei do namorado ( Não sei a loja gente, sorry) 🙁
Saia: Zara
Jaqueta: Renner
Bolsa: Zara

 

 

 

 








 

Como já tinha dito no post anterior, meu namorado ( Eduardo Pavanel) saiu comigo e a Fla. Então aproveitei (mesmo ele não querendo) e tirei umas fotos da roupa dele, ou seja, esse post é para vocês meninos!

Blusa: comprada em alguma loja da galeria do rock, Colete Jeans: Zara, Calça: Ellus, Tênis: All Star