Viagens

 

01. você acha que a qualquer momento vai acordar no seu antigo país
A todo momento, principalmente nas minhas primeiras semanas aqui em São Paulo, eu achava, literalmente, e teve até umas duas vezes em que eu acordei achando que eu estava em Londres. Até eu me tocar depois daqueles cinco segundos em que o cérebro começa a raciocinar que não estava mais.

02.  parece que você teve duas vidas
Eu tive uma vida aqui aonde cresci, estudei, tive/tenho meus amigos e a minha família. E outra em Londres, onde estudei, também tenho meus amigos e por sorte também tenho minha família. É como ter duas histórias em dois lugares, de modo literal, são dois continentes diferentes,  duas culturas distintas, línguas e tudo diferentes e vivido tudo de novo, e de forma nova com outras pessoas.

 03. você viveu muitas, MUITAS coisas, mas a sua vida daqui ficou parada
Quando você volta o que você mais sente primeiro, pelo menos o que eu mais senti, logo de cara, é que eu tive várias experiências, mudei radicalmente e a vida que eu deixei aqui no Brasil um ano atrás continuou igual. Não mudou nada.

Captura de Tela 2017-03-06 às 23.36.53
04. você se sente fora do ninho
Depois de quase dois meses que estou de volta me sinto uma completa fora do ninho. No meu próprio país. Sendo que estava morrendo de saudades dele, do povo dele, da cultura, dos meus amigos, dos meus bichos, da comida e de tudo nele. Mas mesmo assim eu continuo me sentindo estranha. Porque eu mudei tanto, amadureci e vivi tantas coisas que está difícil encontrar alguém que esteja na mesma sintonia do que eu. 🙁

05. você sentirá falta da sua segunda casa
Mesmo que você recuse, porque afinal você ficou por tanto tempo com saudades da sua casa natal, você vai começar aos poucos a sentir saudades daquela que foi a sua segunda casa por tanto ou por pouco tempo, mas mesmo assim foi. coracao-1_xl








 

Minha viagem para Buenos Aires infelizmente terminou. E mesmo que eu não tenha feito posts sobre minhas andanças pela capital argentina no resto da minha viagem, separei algumas lojas que estive para indicar para vocês.

A primeira vez que fui a Buenos Aires, em 2009, pude perceber que as lojas sempre estavam tomadas com peças mais hippies e extremamente femininas nas araras, desta vez não foi diferente. Uma das que mais me chamou a atenção nas vezes em que estive lá foi a loja Rapsodia, ela pode ser encontrada em todos os shoppings e locais da cidade, assim como também na Venezuela, México e Chile. Outros locais interessantes que encontrei, além das lojas já citadas nos posts anteriores foram Gabriella Vazquez, Estoy Mirando Diseños e Palito Bonbón Vestite, em Soho de Palermo são ideais para quem curte roupas bem coloridas e estampas.

Para cosméticos, vale a pena ir na VZ Bath&Body. Ela tem uma variedade incrível desde cremes faciais até toucas de banho. Sem contar na linha para cabelos de maçã verde que é excelente! Há uma loja na Galería Pacífico. Deste local levei uma máscara que pode ser usada fria ou quente para relaxar os olhos e diminuir olheiras, um esfoliante facial, um kit com três esmaltes e a todos os produtos de vitamina B1 (maçã verde).

Enfeites para casa e quarto podem ser encontrados por preços ótimos na loja Morph. Saí de lá com lâmpadas de led, bolsinhas para maquiagem e ainda pirei nas velas à pilha e outros enfeites. A loja é tipo uma Imaginarium, mas com uma variadade bem maior de produtos.

Quem curte brechó, artesanato e antiguidades no geral deve ir na feira de San Telmo. A feira de antiguidade ocorre aos domingos, mas outros dias há barraquinhas em volta da praça de San Telmo, além de lojas por mais de um quarteirão. Fiquei encantada com o mercado, onde há diversas lojinhas de antiguidades. Nesta região comprei uma capa para caderno de couro trabalhada à mão com metal, um LP do Queen em ÓTIMA qualidade e novinho e fiquei babando por uma loja de óculos vintage, que infelizmente estava fechada no dia em que fui.

por