Suzanne Collins

 

livro-dandara-e14138420795432

sinopse
Depois de sobreviver duas vezes à crueldade de uma arena projetada para destruí-la, Katniss acreditava que não precisaria mais lutar. Mas as regras do jogo mudaram: com a chegada dos rebeldes do lendário Distrito 13, enfim é possível organizar uma resistência. Começou a revolução. A coragem de Katniss nos jogos fez nascer a esperança em um país disposto a fazer de tudo para se livrar da opressão. E agora, contra a própria vontade, ela precisa assumir seu lugar como símbolo da causa rebelde. Ela precisa virar o Tordo. O sucesso da revolução dependerá de Katniss aceitar ou não essa responsabilidade. Será que vale a pena colocar sua família em risco novamente? Será que as vidas de Peeta e Gale serão os tributos exigidos nessa nova guerra?” – Skoob
o que eu achei

IMG_4513

A Esperança com toda certeza foi um livro que eu fiquei em um caso sério de amor e ódio. O motivo do ódio é que alguns personagens, alguns mais importantes que outros, morrem, entre eles alguns que eram meus preferidos. Não vou dizer quem são porque se não seria spoiler demais. Só sei que com toda certeza se você acompanhou a trilogia até aqui você vai ficar irritado, puto, com alguma dessas mortes. Não sei o porque os autores gostam de ver seus leitores sofrendo, mas ok.

O começo do livro até a metade, mais ou menos, tem algumas cenas de revoltas da população, mas chega a ser bem paradão, pois foca bastante na vida de Katniss dentro do distrito 13, e como funciona as coisas por lá.

Tirando isto, a outra metade do livro é repleto de cenas e momentos de lutas e conflitos entre os distritos e a capital, o interessante é conforme você vai lendo estas cenas você consegue imaginar  perfeitamente o momento e até fica aflito junto com os personagens, e este é outro ponto super positivo para a autora, pois são poucos livros que conseguem me deixar animada e nervosa.
IMG_4519
Outra ponto que me chamou muito atenção nesse livro, é que fiquei ainda mais comovida em como os jogos afetaram a vida de Katniss e Peeta, na verdade de todos os personagens que participaram do jogos, como Finnick, Anne, Johanna, entre tantos outros, e como os jogos não irão sair de dentro deles. Pelo menos pra mim, essa parte emocional, e psicológica mexeu muito. Porque literalmente destruíram a vida deles. E isso fica bem claro e explicito neste livro.
consideraçÑoes finais modelo 2Se você acompanhou a trilogia até este livro com toda certeza já viu os filmes, e reparou que é uma bela adaptação, e na minha humilde opinião é um dos poucos filmes baseados em livros que conseguem trazer a essência do mesmo para as telonas. Isso é raro hoje em dia, um grande exemplo disso é Percy Jackson, mas deixo isso para outra resenha.

Falando em filmes, nós do Psycho Blondies fizemos uma pequena avaliação nossa, sobre o Filme do livro a Esperança, se quiserem ver o post “Livro X Filme” é só clicar aqui. Abaixo deixo vocês com o trailer. 🙂








 

em chamas livros

sinopse
“Em chamas é o segundo volume da bem-sucedida trilogia iniciada com Jogos Vorazes, mais novo fenômeno da literatura jovem dos últimos tempos, que mistura ficção científica com reality show, passando pela mitologia e pela filosofia com muita ação e aventura. Com mais de quatro milhões de exemplares vendidos apenas nos Estados Unidos, a saga ganhará adaptação para o cinema, com estreia prevista para 23 de março de 2012. A direção do longa está a cargo de Gary Ross (Quero ser grande/Seabiscuit) e a protagonista Katniss será interpretada por Jennifer Lawrence, finalista ao Oscar de melhor atriz deste ano por Inverno da alma. A trilogia manteve-se por 130 semanas consecutivas na prestigiada lista do jornal The New York Times. Depois de ganhar os Jogos Vorazes, competição entre jovens transmitida ao vivo para todos os distritos de Panem, Katniss agora terá que enfrentar a represália da Capital e decidir que caminho tomar quando descobre que suas atitudes nos jogos incitaram rebeliões em alguns distritos. Os jogos completam 75 anos, momento de se realizar o terceiro Massacre Quaternário, uma edição da luta na arena com regras ainda mais duras que acontece a cada 25 anos. Katniss e Peeta, então, se veem diante de situação totalmente inesperada e, dessa vez, além de lutar por suas próprias vidas, terão que proteger seus amigos e familiares e, talvez, todo o povo de Panem. Ambientado num futuro sombrio, a série é pioneira de uma tendência que vem ganhando força no mercado de bestsellers juvenis: a dos romances distópicos e pós-apocalípticos. As obras renderam à autora Suzanne Collins lugar na badalada lista de 100 personalidades mais influentes do ano da revista Time. Com narrativa ágil e ousada, os livros da trilogia foram traduzidos para 42 países e vêm atraindo leitores de diversas faixas etárias. Inspirada pelo mito grego de Teseu e o Minotauro e bebendo nas melhores fontes da ficção científica, Suzanne Collins faz uma dura crítica à sociedade atual – ao sensacionalismo, ao desperdício e à violência – e prende a atenção do leitor da primeira à última página com um romance envolvente e perturbador.”Skoobo que eu achei
IMG_4103

Confesso que este segundo volume não me atraiu tanto como o primeiro e o segundo, apesar de ter achado o começo do segundo livro um pouco arrastado. Em Chamas é o inicio das primeiras revoltas nos distritos contra a capital, e é também quando a segunda reforça os “pacificadores” dentro dos 12 distritos. Tem diversas cenas de violência e injustiças com a população, muito mais fortes que no filme, que chegam a chocar. Não posso citar elas, se não será spoiler.

Katniss neste livro está muito mais chata, como eu já havia dito, não era muito fã dela, porque ela só quer fugir para floresta com seus familiares e amigos, e pode ter certeza que nesse ela só pensa nisso, diversas vezes. Porém, por causa do terceiro Massacre Quaternário, isso não é possível. Porém, o livro proporciona algumas risadas, principalmente nas cenas em que Haymitch aparece, bêbedo na maioria das vezes. E é neste livro que também conhecemos um pouco mais de sua vida, e o que ele passou nos jogos. Se você quiser terem uma noção melhor do que ele passou nos Jogos Vorazes, clique aqui, esse vídeo foi feito por uma produtora independente e é muito bem feito!
IMG_4104

Outro personagem que começa a ganhar bastante destaque neste livro e continua no terceiro livro,  “A Esperança”, é a Prim, irmã de Katniss, ela está se tornando uma adolescente, e vem mostrando cada vez mais seu dons na área de medicina, e o mais interessante, apesar de ser mais nova ela apoia muito mais a revolução do que sua irmã.
consideraçÑoes finais modelo 2Indico esse livro para todos que leram o primeiro, provavelmente você já vai estar lendo, pois essa trilogia é muito viciante, mas vale a tentativa de indicar. E com toda certeza é uma das melhores distopias que existe e que eu já li.

Espero que estejam gostando das resenhas literárias. E abaixo deixo você com o trailer do filme deste livro. coracao-1_xl








 

Cópia de asfsdfgagfd1-e1415037847284

Antes de mais nada queria pedir desculpas por este post ter ido ao ar, aqui no blog, só hoje, sendo que as resenhas são programadas para subir todas as segundas. Essa semana é a minha última, se os deuses quiserem, na faculdade antes das minhas desejas férias, então fica meio corrido. Aproveito para dizer que semana passada não consegui subir o vídeo no canal, então para recompensar essa semana terá dois. Enfim, como prometido na nossa pequena crítica de livro versus filme, de Jogos Vorazes: Esperança – Parte 1, iríamos fazer da trilogia para vocês, e aqui está.  🙂
sinopse
Após o fim da América do Norte, uma nova nação chamada Panem surge. Formada por doze distritos, é comandada com mão de ferro pela Capital. Uma das formas com que demonstram seu poder sobre o resto do carente país é com Jogos Vorazes, uma competição anual transmitida ao vivo pela televisão, em que um garoto e uma garota de doze a dezoito anos de cada distrito são selecionados e obrigados a lutar até a morte! Para evitar que sua irmã seja a mais nova vítima do programa, Katniss se oferece para participar em seu lugar. Vinda do empobrecido distrito 12, ela sabe como sobreviver em um ambiente hostil. Peeta, um garoto que ajudou sua família no passado, também foi selecionado. Caso vença, terá fama e fortuna. Se perder, morre. Mas para ganhar a competição, será preciso muito mais do que habilidade. Até onde Katniss estará disposta a ir para ser vitoriosa nos Jogos Vorazes?Skoobo que eu acheiIMG_3150

O que falar de Jogos Vorazes? Com toda certeza é a uma das minhas leituras favoritas, principalmente por abordar temas que tanto me fascina, governo autoritário, manipulação sobre a sociedade, revolta, revolução e claro o Peeta ( eu sei que a Dandara não gosta dele, mas a resenha é minha, ráh). O livro é uma distopia, que são histórias inspiradas num futuro pós-apocaliptico e como a humanidade continuaria a vida. Em Jogos Vorazes, o país intitulado como Panem (localizado onde estaria os Estados Unidos) foi dividido em 13 distritos, tento o último destroçado pela famosa Capital, aonde só os mais ricos e poderosos vivem.

Cada distrito é divido a partir do que se tem mais abundância natural em seu local, aonde a população do local trabalha para fortalecer o “país”, na verdade só a Capital, já que os distritos não tem nem um luxo e algumas pessoas chegam a morrer de fome.

Narrado em primeira pessoa, o livro gira em torno da Katniss Everdeen, uma garota de dezesseis anos que vive no distrito 12. A história e toda ação se inicia quando ela se oferece como voluntária para proteger sua irmã Prim, que tinha sido selecionada para o Jogos Vorazes, através de um sorteio chamado de “Colheita”, sendo selecionada para participar de uma batalha televisionada em uma arenana qual todos os tributos – como são chamados – devem lutar até a morte, onde apenas um sobreviverá e será o vitorioso. Este “jogos” são realizados anualmente pela Capital, para que as pessoas se lembrem da revolta que aconteceu vários anos atrás e acabou com o distrito 13. Digamos que é um lembrete do poder da  Capital para toda a população ficar quieta, e aceitar sua vida medíocre, sem qualquer direito.

IMG_3151

Só entendendo esse inicio já da para ter uma bela noção do porque ele me encantou tanto, admito também que ele foi o meu primeiro livro com o tema distopia que peguei parar ler, graças a ele tenho uma pequena lista de próximos, que aborda esse mesmo assunto. Além disso, outro fato que me atraiu muito foi que a personagem principal era uma mulher, e dos meus livros favoritos são poucos que tem personagem do sexo feminino. Continuando nela, Katniss, não me atraiu muito no começo, não por sua personalidade no geral, que é ótima por sinal, mas sim porque quando se tratava de qualquer pequeno passo para uma revolução ou atitude que desafiasse a Capital, ela recuava, e seguia como as regras eram impostas, resumindo, ela só pensava em fugir para a floresta. Por isso gosto tanto da Johanna Mason, outra personagem feminina de personalidade forte que aparece no segundo livro, e filme.

Porém, em contra partida, da para entender o lado dela, pois ela tinha apenas dezesseis anos e não tinha maturidade o suficiente para entender realmente o que significava uma revolução, e que mesmo se tivesse algumas mortes isso poderia significar liberdade no futuro, conforme os outros livros ela começa a se engajar mais na causa. Me segurando aqui para não dar vários spoiler.

Além dela tem outros personagens que gosto muito, como o Haymitch Abernathy, o único vitorioso do distrito 12, e alcoólatra, de personalidade irônica e sarcástica, que faz qualquer um rir, tem também Effie Trinket, que trabalha como acompanhante dos tributos, e é ingênua, e com aquele toque um pouco fútil que é necessário em qualquer livro, e para finalizar dos meus personagens favoritos tem o Cinna, o estilista da Katniss, ele é a coisa mais doce, inteligente, e criativa, sério. E antes que eu me esqueça, apesar de eu adorar o Peeta, e ser do team peeta, ele não é meu personagem favorito, mas é está num cantinho especial. coracao-1_xl

 

consideraçÑoes finais modelo 2

Não conheço uma só pessoa que começou a ler a trilogia Jogos Vorazes e largou, ou achou chato, em sua grande maioria as pessoas viciam e lêem o primeiro volume em apenas três dias (como foi meu caso) ou menos, e isso se repete com os outros dois volumes da trilogia. Então, posso afirmar que você vai amar ler o livro, e se já leu tem 90% de chances que você amou. A história é viciante.

Abaixo deixo vocês com o trailer do primeiro filme, que foi produzido inspirado no livro.