hunger games

 

Último post de 2015 \o/

Finalmente esse ano tenebroso acabou. E para encerrar falamos sobre os nossos favoritos desse fim de ano, livros, mangás, música, séries, entre outras coisinhas.

Alguns assuntos citados no vídeo:

Resenha: HQ – V de Vingança

Série: Jessica Jones

DORAMAS: um vicio perigosíssimo

Playlist: Especial k-pop

Música da banda Script 

Feliz ano novo psychos! Desejamos tudo de melhor para vocês em 2016 🙂







 

Cópia de asfsdfgagfd1-e1415037847284

Antes de mais nada queria pedir desculpas por este post ter ido ao ar, aqui no blog, só hoje, sendo que as resenhas são programadas para subir todas as segundas. Essa semana é a minha última, se os deuses quiserem, na faculdade antes das minhas desejas férias, então fica meio corrido. Aproveito para dizer que semana passada não consegui subir o vídeo no canal, então para recompensar essa semana terá dois. Enfim, como prometido na nossa pequena crítica de livro versus filme, de Jogos Vorazes: Esperança – Parte 1, iríamos fazer da trilogia para vocês, e aqui está.  🙂
sinopse
Após o fim da América do Norte, uma nova nação chamada Panem surge. Formada por doze distritos, é comandada com mão de ferro pela Capital. Uma das formas com que demonstram seu poder sobre o resto do carente país é com Jogos Vorazes, uma competição anual transmitida ao vivo pela televisão, em que um garoto e uma garota de doze a dezoito anos de cada distrito são selecionados e obrigados a lutar até a morte! Para evitar que sua irmã seja a mais nova vítima do programa, Katniss se oferece para participar em seu lugar. Vinda do empobrecido distrito 12, ela sabe como sobreviver em um ambiente hostil. Peeta, um garoto que ajudou sua família no passado, também foi selecionado. Caso vença, terá fama e fortuna. Se perder, morre. Mas para ganhar a competição, será preciso muito mais do que habilidade. Até onde Katniss estará disposta a ir para ser vitoriosa nos Jogos Vorazes?Skoobo que eu acheiIMG_3150

O que falar de Jogos Vorazes? Com toda certeza é a uma das minhas leituras favoritas, principalmente por abordar temas que tanto me fascina, governo autoritário, manipulação sobre a sociedade, revolta, revolução e claro o Peeta ( eu sei que a Dandara não gosta dele, mas a resenha é minha, ráh). O livro é uma distopia, que são histórias inspiradas num futuro pós-apocaliptico e como a humanidade continuaria a vida. Em Jogos Vorazes, o país intitulado como Panem (localizado onde estaria os Estados Unidos) foi dividido em 13 distritos, tento o último destroçado pela famosa Capital, aonde só os mais ricos e poderosos vivem.

Cada distrito é divido a partir do que se tem mais abundância natural em seu local, aonde a população do local trabalha para fortalecer o “país”, na verdade só a Capital, já que os distritos não tem nem um luxo e algumas pessoas chegam a morrer de fome.

Narrado em primeira pessoa, o livro gira em torno da Katniss Everdeen, uma garota de dezesseis anos que vive no distrito 12. A história e toda ação se inicia quando ela se oferece como voluntária para proteger sua irmã Prim, que tinha sido selecionada para o Jogos Vorazes, através de um sorteio chamado de “Colheita”, sendo selecionada para participar de uma batalha televisionada em uma arenana qual todos os tributos – como são chamados – devem lutar até a morte, onde apenas um sobreviverá e será o vitorioso. Este “jogos” são realizados anualmente pela Capital, para que as pessoas se lembrem da revolta que aconteceu vários anos atrás e acabou com o distrito 13. Digamos que é um lembrete do poder da  Capital para toda a população ficar quieta, e aceitar sua vida medíocre, sem qualquer direito.

IMG_3151

Só entendendo esse inicio já da para ter uma bela noção do porque ele me encantou tanto, admito também que ele foi o meu primeiro livro com o tema distopia que peguei parar ler, graças a ele tenho uma pequena lista de próximos, que aborda esse mesmo assunto. Além disso, outro fato que me atraiu muito foi que a personagem principal era uma mulher, e dos meus livros favoritos são poucos que tem personagem do sexo feminino. Continuando nela, Katniss, não me atraiu muito no começo, não por sua personalidade no geral, que é ótima por sinal, mas sim porque quando se tratava de qualquer pequeno passo para uma revolução ou atitude que desafiasse a Capital, ela recuava, e seguia como as regras eram impostas, resumindo, ela só pensava em fugir para a floresta. Por isso gosto tanto da Johanna Mason, outra personagem feminina de personalidade forte que aparece no segundo livro, e filme.

Porém, em contra partida, da para entender o lado dela, pois ela tinha apenas dezesseis anos e não tinha maturidade o suficiente para entender realmente o que significava uma revolução, e que mesmo se tivesse algumas mortes isso poderia significar liberdade no futuro, conforme os outros livros ela começa a se engajar mais na causa. Me segurando aqui para não dar vários spoiler.

Além dela tem outros personagens que gosto muito, como o Haymitch Abernathy, o único vitorioso do distrito 12, e alcoólatra, de personalidade irônica e sarcástica, que faz qualquer um rir, tem também Effie Trinket, que trabalha como acompanhante dos tributos, e é ingênua, e com aquele toque um pouco fútil que é necessário em qualquer livro, e para finalizar dos meus personagens favoritos tem o Cinna, o estilista da Katniss, ele é a coisa mais doce, inteligente, e criativa, sério. E antes que eu me esqueça, apesar de eu adorar o Peeta, e ser do team peeta, ele não é meu personagem favorito, mas é está num cantinho especial. coracao-1_xl

 

consideraçÑoes finais modelo 2

Não conheço uma só pessoa que começou a ler a trilogia Jogos Vorazes e largou, ou achou chato, em sua grande maioria as pessoas viciam e lêem o primeiro volume em apenas três dias (como foi meu caso) ou menos, e isso se repete com os outros dois volumes da trilogia. Então, posso afirmar que você vai amar ler o livro, e se já leu tem 90% de chances que você amou. A história é viciante.

Abaixo deixo vocês com o trailer do primeiro filme, que foi produzido inspirado no livro.