dear white people

 

Dear White People (Cara Gente Branca)  foi um filme estadunidense lançado em 2014 de comédia e drama satírico, escrito, dirigido e co-produzido por Justin Simien. O filme concentra-se na escalada de tensões raciais em uma prestigiada faculdade da Ivy League na perspectiva de vários estudantes afro-americanos. Estrelam o filme os atores Tyler James Williams, Tessa Thompson, Teyonah Parris, Brandon P Bell, Kyle Gallner entre outros.

Vendo este filme a Netflix (como sempre muito esperta) comprou os direitos autorais e fez uma série inspirada no filme. Ainda não assisti o filme, mas já li e vi outras resenhas e todos falaram que a série está muito melhor do que o filme. O enredo da série mostra diversos pontos de vistas diferentes a partir dos personagens.

A história começa com Samantha White, uma aluna da universidade Winchester, uma escola prestigiosa e predominantemente branca. Com seu afiado e espirituoso programa de rádio Dear White People e seu livro independente, Ebony e Ivy, Sam causa uma revolta tanto na administração como no corpo estudantil, criticando os brancos e as transgressões racistas em Winchester.

Quando Sam vence a eleição para chefe da casa Armstrong/Parker, a irmandade de maioria afro-descendentes no campus, as tensões aumentam. Ao vencer a eleição, ela bate seu ex-namorado Troy Fairbanks, filho do reitor da escola.

Troy tem o sonho de ser um escritor cômico ao invés de um advogado, mas seu pai prefere que ele se encaminhe para um perfil profissional que as pessoas brancas já esperam dele e aceite nada menos do que o seu melhor. Coco tem um problema com Sam porque o produtor de TV de reality show que ela está tentando conquistar preferiria fazer um programa com uma garota inteligente de pele clara.

Lionel Higgins, um estudante negro gay, tem uma chance de finalmente encontrar o seu lugar em Winchester por ser recrutado pelo líder de um grupo de estudantes brancos para escrever uma peça sobre Sam e a experiência de ser um estudante negro em Winchester. Quando Kurt, um estudante branco e filho do reitorda universidade, vêm com um tema blackface para a sua festa anual em resposta ao show provocativo de Sam, estudantes negros aparecem na festa, e um confronto se cria.

Além dessas diversas vivencias você consegue perceber que tudo que acontece na série é pra mostrar a realidade das pessoas negras, e não é negros versus brancos como muitas pessoas acharam que seria. Fala de assuntos como: colorismo, solidão da mulher negra, genocídio da população negra, violência da policia, etc.

Resumindo. É uma série bem completa e que aborda assuntos de extrema importância, principalmente para nós entender o que a outra pessoa sofre e como ela vive.

Abaixo anexei o trailer.