slide3

 

Processed with VSCO with a6 preset

Quem me conhece sabe que uma das minhas maiores vontades da vida sempre foi morar fora e ter meu próprio apartamento.  Só que conforme fui crescendo, viajando e principalmente agora, que estou aqui, no meu intercâmbio, prestes a completar 4 meses. Percebo cada vez mais que a felicidade plena só é possível quando estou acompanhada com pessoas de quem eu gosto.

Reparei que não adianta você estar no melhor país do mundo, até porque isso não existe, porque todos os países/cidades tem suas qualidades e defeitos, sem quem você gosta do lado.

E vamos supor o seguinte. Que existisse uma cidade perfeita, onde não tivesse violência, onde todo mundo frequentasse a escola, todo mundo tivesse acesso a saúde e todo mundo tivesse as mesmas chances. Um lugar onde a qualidade de vida é maravilhosa e os animais e a natureza fossem livres e respeitado. Nada disso iria te completar se você não tivesse alguém com quem dividir isso.

happiness-is-only-real-when-it-is-shared

É o mesmo sentimento de quando você vivência suas vitórias e seus fracassos. Naturalmente você sente a necessidade de contar para alguém que é proximo a ti. Pelo menos para mim é assim. E quando eu não o faço me sinto completamente só. A melhor parte de todos os seres vivos é ter companhia e não sei porque o ser humano é o único que gosta de ter atitudes egoístas e achar melhor não demonstrar isso.

A gente não nasceu pra ficar sozinho e ponto, e não estou falando só no sentido romântico da coisa.

Quando a minha mãe veio me visitar matei a saudade dela rapidinho, porque com família geralmente é assim. Mas quando ela foi embora deu um aperto sim! E agora que meu namorado passou quase um mês aqui comigo e acabou de ir embora foi pior ainda. Porque a gente começa a se acostumar novamente com essas pessoas na sua rotina, e na sua vida.

E quando você passa nos mesmos lugares que antes você estava com certa pessoa só que agora você esta sozinha ou com outra pessoa nunca é a mesma coisa, nunca é o mesmo sentimento, tudo muda. Nessas horas você percebe que lar não é casa, não são coisas, lugares, países… nada disso. E sim seres vivos.







Posts relacionados

 

IMG_2385
Quem é que nunca ouviu falar de Tim Burton? Ou pelo menos dúvido que nunca viu seus filmes como “Edward Mãos de Tesoura” , “O Estranho Mundo de Jack”, “BeetleJuice”, são apenas alguns dos grandes sucessos. E os fãs podem comemorar, pois dês do dia 4/2 o Museu da Imagem e do Som (MIS) de São Paulo recebeu a exposição “O Mundo de Tim Burton”, que reúne cerca de 500 itens do acervo pessoal do diretor, entre vídeos, cadernos de roteiro, storyboards, bonecos e desenhos, e muito mais. Ou seja, está demais e ta valendo muito a pena!!

Eu fui numa quarta-feira às 5 da tarde, não sei se era por conta do horário e porque estava chovendo, mas não peguei fila como muitas pessoas estavam relatando. Mas já aviso que como é um grande sucesso,  está realmente muito difícil de se conseguir os ingressos através do site, creio que o melhor é comprar na própria bilheteria do museu.

Outra coisa muito importante que vocês precisam saber antes de entrar na exposição é que é proibido tirar fotos lá dentro, por isso a única foto que fiz foi lá fora (essa de cima). Por isso que já deixo avisado que as fotos a seguir eu consegui porque eu aderi através do site da capricho, já que como eles eram impressa eles tiveram permissão para tira-la.

mundo-tim-burton-mis02mundo-tim-burton-mis03mundo-tim-burton-mis01mundo-tim-burton-mis04
endereço-e-horario-modelo-2Data: 4 de fevereiro a 15 de maio de 2016
Horário de visitação: 11h às 20h (terça a sexta-feira); 9h às 21h (sábados); e 11h às 19h (domingos e feriados)
Endereço: Avenida Europa, 158 – Jardim Europa – São Paulo – SP
Ingressos na bilheteria: Domingos R$12,00 (inteira) e R$6,00 (meia) na bilheteria do MIS. Terça-feira, entrada gratuita com retirada de senha na Bilheteria do MIS. A partir de 11 de março às sextas-feiras também terão venda na bilheteria, valor $12,00 (inteira) e R$6,00 (meia)
Ingressos antecipados: pelo site, clicando aqui.
Classificação etária Livre

 

 







 

1B9D1F5C-1275-463F-A2F5-A0979DD5E947

Olá, tudo bom? Se vocês me acompanham pelas minhas redes sociais sabem que fui (Helena) conferir a exposição “Frida Kahlo – conexões entre mulheres surrealistas no México”, que ocorre no Instituto Tomie Ohtake, aqui de São Paulo. A exposição vai do dia 27 de setembro até o dia 10 de janeiro de 2016.

A exposição apresenta uma conversa entre mulheres artistas mexicanas e estrangeiras vinculadas ao surrealismo, girando ao torno de Frida Kahlo.  Temos também María Izquierdo e Lola Álvarez Bravo, que além de compartilharem amizade com Kahlo também tinham principal objetivo do resgate da cultura e da tradições da sua terra natal. Também tem outras artistas como Remedios Varo, Alice Raho, Leonora Carrington, Kati Horna, Rosa Rolanda, Bridget Tichenor, Jacqueline Lamba, e Sylvia Fein.

4DA26F39-2AE8-43CF-B352-29586611AF77

Para entrar na exposição basta comprar o ingresso custa até R$ 10 (às terças, a entrada é gratuita) e pode ser adquirido antecipadamente pelo site da Ingresse (clique aqui), pelo app do Instituto Tomie Ohtake ou diretamente na bilheteria (crianças de até 10 anos não pagam). A dica é garantir o seu o quanto antes.

frida looks 1fotos de outras artistas

Depois de passar pela capital paulista, a exposição segue para Rio de Janeiro e Brasília. As datas ainda não foram definidas, mas já vale saber que a Frida vai dar o ar da graça em outras cidades.

endereço e horario modelo 2Instituto Tomie Ohtake

Rua dos Coropés, 88
Pinheiros – Oeste
São Paulo
(11) 2245-1900

Estação Faria Lima ViaQuatro

 de 27/09 a 10/01
Terças, Quartas, Quintas, Sextas, Sábados e Domingos das 11:00 às 20:00






 

18
Sexta-feira dia dos namorados e tanto você como seu namorado(a) amam livros e não sabem o que fazer? Sem problemas, o Psycho Indica de hoje se inspirou num post do Buzzfeed e foi conferir uma livraria linda daqui de São Paulo, que não tem como você não passar horas e horas lá dentro: a Livraria da Vila. E como eu havia ganhado um livro que eu já tinha na minha estante, só podia trocar nessa loja, então juntei o útil ao agradável.

Para quem não sabe essa livraria tem diversas filiais pela cidade, tendo todas o mesmo design, sendo bem acolhedoras, com diversos sofás, cadeiras, e áreas para descanso e leitura. Porém, essa da Alameda Lorena me chamou muito a atenção porque sua arquitetura é mais bem bolada, tendo três andares. O térreo é separado para literatura no geral, o subsolo é a área infantil, e primeiro andar tem um espaço para você tomar um café, ver cds, músicas, dvds, etc.

IMG_2700IMG_2714IMG_2703 (2)IMG_2713IMG_2715IMG_2701


Eu amei o ambiente e a livraria. Quando fui, fiquei algumas horas lá com o meu namorado, eu olhando os livros e ele os cds. Super recomendo para quem é apaixonada por livros, dá para passar uma tarde inteirinha lá, sentada lendo. coracao-1_xl

endereço e horario modelo 2

Alameda Lorena, 1731 – Jardim Paulista
São Paulo – SP – CEP: 01424-002

Seg a Sáb: das 10h às 22h
Dom: das 11h às 20h

 







 

IMG_0033
Hoje no Psycho Indica é sobre a sobre a mostra Picasso e a Modernidade Espanhola. Eu (Helena) fui conferir a exposição e me surpreendi, pois achava que eram pouquíssimas artes do Picasso que teria exposta. Não vá achando que só terá obras dele, pois tem de outros artistas também. Como o Salvador Dalí, Alberto Sánchez, José Val Del Omar, Antonio López, Francisco Bores, e outros.

Abaixo vou colocar o resumo da a mostra descrito pelos organizadores no panfleto.
“Com cerca de 90 obras, a exposição evidencia a influência de Picasso na arte moderna espanhola e os traços mais importantes e originais da sensibilidade artística que o pintor e seus contemporâneos espanhóis imprimiram ao cenário internacional das artes. A exposição faz referência ao percurso de Picasso como artista e como mito, até chegar à realização de Guernica; à sua relação com mestres da arte moderna espanhola, como Gris, Miró, Dalí, Domínguez e Tàpis, entre outros presentes na mostra; e a suas contribuições para uma noção de modernidade voltada para o tempo presente. Curadoria de Eugenio Carmona.”

Infelizmente é proibido tirar foto lá dentro, por isso não consegui mostrar alguma prévia do que vocês podem encontrar por lá. Mas consegui tirar da entrada, e de um painel interativo que reúne a obra mais famosa de Pablo Picasso.

IMG_0034
Das artes expostas podemos encontrar vários estilos artísticos como o realismo (minha preferida), cubismo, e entres outras. Vale muito a experiência,  e recomendo a todos irem. Afinal é de graça.

Vale elogiar também a organização da exposição, tudo está bem direcionado e com as informações certas, ou seja, não tem como você se perder. A amostra tem ao todo quatro andares e um subterraneo, e se você cansar e sentir fome tem, se eu não me engano, duas cafeteiras pequenas. Uma em um dos andares, e uma na saída.
endereço e horario modelo 2Até: 25.03 a 08.06
Horário:
09h às 12h
Funcionamento: de quarta a segunda
Ingresso: grátis
Endereço: Centro Cultural Banco do Brasil São Paulo
Rua Álvares Penteado, 112 – Centro
CEP: 01012-000

Para mais informações é só clicar aqui.