tumblr_lze88zmjct1qkfwpyo1_500_large

 

Recentemente coloquei na cabeça que queria raspar a parte da nuca do meu cabelo. Quem me conhece sabe que tenho muito, muito cabelo e por conta disso ele armava muito. O volume dele sempre foi algo que me incomodou muito e a única vez que consegui um corte que deu uma abaixada foi em Buenos Aires, mas mesmo assim eu tinha que passar chapinha pra não armar em certos lugares. Então, resolvi apelar para uma solução muito usada nos anos 80, raspar a parte debaixo do cabelo, na nuca. O resultado pra mim foi um sonho, afinal o volume deu uma boa diminuida, é algo que eu total indico para quem, assim como eu, quer diminuiur o volume sem apelar para alisamentos ou passar a chapinha todos os dias.

No entanto, quando o cabelo é preso em rabo alto ou no coque parisiense, dá pra ver bem a parte raspada e isso pode incomodar algumas pessoas. No meu caso, não incomodou nada porque simplesmente acho muito estiloso meninas com o cabelo raspado, especialmente na lateral da cabeça, algo que virou tendência final do ano passado e inclusive, a Luli aqui do Psycho raspou e a Helena pretende raspar logo menos. Como eu não tenho coragem nenhuma de raspar a lateral do meu cabelo, uni o útil ao agradável raspando a nuca do meu e gostei bastante do resultado dele com rabo alto. Mas devo ressaltar que aquelas pessoas que curtem cabelos raspados na lateral, devem lembrar de uma dica básica: possuir o rosto bem feminino se não quiser ficar com o ar masculinizado.

Como foi meu corte: primeiro prendi todo meu cabelo pra cima, deixando apenas a parte que seria raspada solta, depois disso cortar e ajeitar e passei a navalha. Não fiz com máquina porque minha cabelereira estava sem a máquina no momento. O preço nesse caso foi o de corte de franja.

Penteado usado na primeira foto: se você quer saber como fica ou quer ter o cabelo raspado na lateral por algum tempo, eu aprendi a fazer um penteado que parece que raspou e é muito simples: apenas prender a parte da lateral do cabelo pra trás com grampos.

 








Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *