Soy América Latina: conheça Ana Tijoux

ana-tijoux

Me rendi a essa mulher recentemente. Uma amiga vivia falando dela, mas eu ainda não tinha parado para ouvir seus álbuns e me arrependi amargamente de não ter ido ao show dela na Virada Cultural aqui de São Paulo.

Ana Tijoux ou Anita Tijoux é uma cantora franco-chilena. Ela nasceu em Lille, na França, no dia 12 de junho de 1977, porque seus pais foram elixados pela ditadura de Augusto psicopata genocida Pinochet no Chile.

Ela começou sua carreira como MC do grupo de hip-hop Makiza durante os anos 90. A partir de 2006, ela iniciou uma carreira solo, e gravou uma colaboração com a cantora mexicana Julieta Venegas. Depois do seu segundo álbum, 1977, ela ganhou maior notoriedade, e sua música chegou à trilha da série de televisão Breaking Bad.

Ana é conhecida por tratar de temas como anti-colonialismo, feminismo, ambientalismo e justiça social em suas letras.

Discografia:

  • Kaos (2007)
  • 1977 (2010)
  • Elefant Mixtape (2011)
  • La Bala (2011)
  • Vengo (2014)

Eu estou viciada nos álbuns Vengo e La Bala, são os mais politizados. Não curti muito o 1977. Mas eu garanto que vocês não vão se arrepender, a música dessa mulher é viciante.

“Vengo en busca de respuestas
Con el manojo lleno y las venas abiertas,
Vengo como un libro abierto
Anciosa de aprender la historia no contada de nuestros ansestros
Con el viento que dejaron los abuelos y que vive en cada pensamiento
De esta amada tierra, tierra
Quien sabe cuidarlo es quien de verdad la quiere.” – Vengo, Ana Tijoux.

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.