large-2
Provavelmente quando vocês estiverem lendo este texto eu já vou estar arrumando os últimos detalhes, ou no portão de embarque ou até mesmo dentro do avião, voltando para o Brasil. E só de estar escrevendo isto já me da um friozinho na barriga, não o mesmo frio que eu tive quando vim para ca, mas um frio do que está por vir do meu futuro. Também tem um mix de triste e de felicidade.

Felicidade porque finalmente vou poder rever meus animais/filhos que não vejo à 7 meses, rever meus amigos e alguns familiares. Rever meu país e a minha cidade que tanto amo. Comer a comida do Brasil que não tem igual e entre tantos outros fatores que não cabe num texto, e já traz um sorriso enorme no meu rosto. Mas ao mesmo tempo fico triste, pois vou deixar aqui pessoas ótimas que me ajudaram, riram comigo e estiveram comigo nesse tempo. E acabaram se tornando uma parte muito importante da minha vida. Como eu sempre digo casa são pessoas, nenhum lugar tem o mesmo valor e significado se não tem as pessoas queridas ali.

Neste texto eu também quero falar da Helena de alguns meses atrás e da Helena de agora. Ano passado foi um dos piores anos para mim, não vou entrar em detalhes, mas posso dizer que por motivos pessoais e por eu estar totalmente desmotivada na minha área profissional contribuíram muito para isso.

Eu estava sem rumo, e as únicas duas certezas que eu tinha era que eu algum dia queria publicar meu livro e que queria vir para Londres. Porque era um sonho que eu tinha dês dos meus 11 anos e que por motivos da vida sempre ficavam para depois. E para “quando terminar a faculdade”. E finalmente quando terminei a faculdade, adivinha? Eu não fui. Tive que fazer uma cirurgia (que já falei aqui no blog para vocês), que acabou sendo caro. Segura o dinheiro, procura emprego e nada de emprego.

E quase que não venho para ca, mas eu não desisti e insiste. Procurei agências fui em feira de intercâmbio e pesquisei preços e preços. Quando finalmente acertei tudo e vim. Mal podia acreditar, só acreditei mesmo no dia e quando o avião aterrizou aqui.

czfx6w5xgam0npm

Quando eu cheguei aqui eu não sabia o que esperar, estava morrendo de medo de não me adaptar e não fazer amigos. Mas logo no primeiro mês ocorreu tudo bem e vi que tinha pessoas legais na minha sala. Eu vi que eu podia e conseguia falar inglês tranquilamente, mesmo errando era com eles que eu aprendia.

Viajei muito também, conheci pessoas nessas viagens que mudaram e ajudaram na minha vida. Decidi que por mais que a Helena de 17/18 anos acha-se que jornalismo era pra ela, realmente o que todo mundo sempre falou para ela estava certo no final das contas. E agora ela/eu quero fazer psicologia e vou encarar isso de cara.

Todas essas viagens, morar sozinha pela primeira vez, conhecer pessoas de outras nacionalidades, tudo isso me inspirou demais. Todo o desanimo e o desamparo que eu estava ano passado e até o comecinho desse ano se foi. A Helena que está voltando para o BR está inspirada, cheia de planos e ideias para o seu futuro.

Londres me fez me aproximar mais das minhas raízes, me aproximar mais do meu lado latino. Amar mais a minha história. E ao mesmo tempo amar aqui também.

Percebi que viajar é o que me da energia para o meu espírito, conhecer, conversar e ajudar pessoas é o que me alimenta. Se eu não tenho essas duas coisas na minha vida eu fico desmotivada e sem rumo. Por isso tenho dois planos grandes que envolvem esses dois temas. Espero poder e conseguir realiza-los.

Aqui se acaba os textos dessa minha pequena aventura morando fora. Se vocês quiserem ler os primeiros é só clicar aqui.

 

 







 

18898039946_7cf891cc26_o
Quando eu cheguei aqui na Inglaterra a minha pele e meu corpo (o que é normal) estranharam muito a mudança. Porque estava acostumado com o clima, comida e água do Brasil e derrepente tudo mudou. A água de Londres é muito ruim, eu não sei bem o porque. Mas até conversando com pessoas daqui mesmo sempre me falaram que mais para o norte a água não é assim, e todo mundo fica com a pele super ressecada.

Com a chegada do inverno isso se potencializa e a pele fica mais e mais seca. Por isso perguntei rapidamente para a minha dermato do Brasil o que poderia comprar para salvar a minha pele e ela me indicou esse creme milagroso que pode ser utilizado em qualquer parte do corpo e até para queimaduras.

captura-de-tela-2016-12-11-as-21-25-21

Como usar: Aplicar duas vezes ao dia nas áreas do corpo que necessitam de hidratação intensiva (rosto, corpo e lábios), evitando o contorno dos olhos. Pode ser aplicado em camada espessa.

Sua textura de início é muito similar ao bepantol, mas diferente dele este produto se absorve a pele rapidamente assim que espalhado sob a pele. Sua cor é branquinha e não tem cheiro.  Além de render muito! coracao-1_xl

Eu comprei aqui cerca de alguns meses atrás, então não lembro quanto paguei. Mas procurei no Brasil e eles vendem ai também, e não está com preço ruim. O de 20g perfeito para levar na bolsa está custando R$ 29,61. Para saber mais é só acessar o site da própria marca clicando aqui.







 

eucerin_even_brighter_pigment_reducing_day_cream_spf30_50ml_1_1410358754_main
Eu já havia comentado aqui no blog o do irmão deste produto, mas ele era o noturno para ver a resenha dele é só acessar aqui. O da resenha de hoje é o de dia, ele praticamente tem os mesmos efeitos que o outro só que ele pode ser utilizado de manhã e o melhor de tudo tem filtro solar 30!

Particularmente eu gostei muito do resultado do creme noturno e por isso queria muito potencializar o efeito deste produto. Para quem não sabe este produto promete clarear a pele, especialmente as marcas avermelhadas causadas por espinhas e cravos.

eucerin-int-even-brighter-after

O que promete: Reduzir a pigmentação vermelha e as marcas do rosto e trazer uma pele mais clara. Resultados visíveis em 4 semana se usados todos os dias. Para todas os tipos de pele.

Como usar: 
– Pode ser aplicado no rosto, pescoço e no colo
– Massagear gentilmente e deixar secar naturalmente
– Passar de manhã antes da maquiagem

O produto varia muito de preço de farmácia para farmácia, mas eu paguei cerca de 18 libras quando comprei. Eu sei que este produto tem no BR, porque já utilizei ele. Então se vocês usar o que acharam? Gostaram?







 

Cerca de um mês atrás, mais ou menos, eu fui junto com a minha prima para Cambridge. Ela quer estudar lá e por isso ela sempre quis me mostrar essa cidade. Resolvemos passar um fim de semana inteiro, um dia íamos separar para conhecer a cidade e seus pontos turísticos e no dia seguinte íamos na feira vegana que estava tendo na cidade. 😀

Processed with VSCO with a6 preset

Para quem não sabe Cambridge  é uma antiga cidade universitária inglesa, sede do condado de Cambridgeshire, na região leste do país. Situa-se a aproximadamente 80 quilômetros de Londres.

Você tem duas opções de como ir para lá, além de carro, trem e ônibus. 🙂

Ônibus
Geralmente você pega esses ônibus na Victoria Coach Station, e eles partem a cada hora.
Duração: 2h30min
Preço: £12 a £23,50, ida e volta, dependendo do horário escolhido para a saída e o retorno.

Os ônibus param na Parkside Street, que fica a 5 minutos de caminhada do centro de Cambridge.

Trem
Tem trens saindo das estações King’s Cross ou Liverpool Street . É possível reservar os tickets pela internet e coletá-los na estação ou comprá-los diretamente nos guichês ou máquinas localizadas nas estações.
Duração: 45 minutos (viagens sem paradas, trens super rápidos) ou até 1 hora e 15 minutos (com paradas).
Preço: É possível encontrar preços ótimos para viagens aos sábados e domingos, pois são dias off-peak (fora do horário de pico), de £14,50 a £29,80, ida e volta.

A estação fica a 10 minutos de caminhada do centro, pela Hills e Regent Roads.

Processed with VSCO with s2 preset

  • Punting são esses passeios de barcos. Há opções do passeio com um chauffeur, que também é um guia. Pra quem vem à cidade pela primeira vez, essa é a melhor pedida. Mas caso você goste de aventuras e não se incomode com outras pessoas “admirando” suas habilidades como marujo, alugar um punting sem chauffeur pode ser uma divertida alternativa.
  • Colleges  a Universidade de Cambridge é composta por 31 faculdades, e é possível visitar muitas delas gratuitamente, como a Peterhouse (a mais antiga, fundada em 1284) e a Magdalene College (pode-se até visitar a biblioteca, que contém livros raríssimos).
  • St.John’s College é outra faculdade uma das mais famosas que é possível visitar, fica na Saint John’s Street e cobra  £3 pela visita.
    colleges
  • Trinity College  outro college famoso, se encontra na Trinity Street, que cobra £3 pela visita.
  • King’s College fica na King’s Parade e cobra £5 pela visita.

Horários: Geralmente as colleges abrem para a visitação das 9h30 às 15h30, mas é necessário perguntar ao porteiro (Porter’s Lodge) se a visitação está liberada, pois há vários eventos fechados ao público que são realizados nas instalações das faculdades e principalmente se não for as férias de verão dos alunos.

cambridge-2

  • Casa de Charles Darwin é literalemnte onde Charles Darwin morou. Tem uma placa informativa que menciona o período em que ele morou lá.
  • Great St. Mary’s Church Tower se você estiver afim de ser fitness você pode subir os 123 degraus da torre da igreja Great St Mary, a vista de lá dizem que é maravilhosa. E como a cidade é plana é possível ter uma vista maravilhosa de lá. A igreja fica na Senate House Hill e abre diariamente.  A “subida” custa £3.
  • Mercado provavelmente você passara por ele em algum momento, pois ele fica numa área bem centralizada da cidade. É repleta de barracas com todos os tipo de produtos, pode-se encontrar frutas e verduras, bolos e doces artesanais, roupas, discos e CDs, etc. Funciona diariamente das 10 da manhã até às 4h. E fica na Market Square.260fda7e-d6e9-42ad-aaa7-69d2680fe07b
  • The Fitzwilliam Museum é o maior museu da cidade (infelizmente não fui, mas se você poder ir vá por mim) e possui obras de artistas consagrados como Monet e Picasso, entre outros, além de artefatos milenares do Egito e de Roma. A entrada é gratuita e o museu funciona de terça a sábado das 10h às 17h e aos domigos e feriados das 12h às 17h. Endereço: Trumpington Street, CB2 1RB.

E sempre tem a parte em vídeo das minhas viagens para vocês, então aqui está. Espero que gostem e se vocês forem/ou já forem comentem para mim o que vocês acharam da cidade. 😀

Fonte:mapadelondres 







 

large-1
Mal cheguei no Brasil e já estou com nostalgia/saudades de Londres e de tudo que passei por aqui. Nem preciso dizer o quanto me marcou né? Aliás terá um vídeo da minha última semana aqui e onde falo de modo geral a minha experiência. Mas até lá vou deixar aqui com vocês algumas músicas que marcaram esse intercâmbio. 😀

Espero que gostem. coracao-1_xl