Último vídeo gravado aqui no meu quarto em São Paulo por isso quis bater um papo com vocês e estou um pouco nostálgica. coracao-1_xl Já deixo avisado que na próxima semana talvez possa atrasar posts e principalmente os vídeos porque tenho que ver como irei conseguir internet lá na minha acomodação, mas logo que conseguir tudo voltará ao normal nossa rotina de programação. 🙂







 

Screen-Shot-2014-12-05-at-10.48.18-AM-e1417805381734

O documentário She’s beautiful when she’s angry (Ela é linda quando está zangada, tradução livre), é uma produção americana de 2014 dirigida por Mary Dore.

O longa traz a luta das mulheres contra o modelo da sociedade baseado no modelo do patriarcalismo e no machismo que imperam  ainda nos dias de hoje e cujas as estruturas institucionais insistem em uma visão de mundo onde só há lugar para os homens; esse modelo imposto construiu uma imagem que cabe às mulheres a resignação e apenas o lugar reservado a elas pelos homens a condição de belas, recatadas e do lar. 🙂

A diretora Mary Dore é uma cineasta que costuma trabalhar com uma perspectiva ativista em seus filmes; por exemplo, é dela The Good Fight: a brigada Abraham Lincoln durante a Guerra Civil espanhola. Ela também produziu vários documentários de televisão para a PBS, New York Times TV, A&E, e Discovery Channel. Com seu trabalho na TV já ganhou Emmys, Cine Golden Eagles, e Ace Premios cabo.

Mas o que é interessante em She’s beautiful when she’s angry é que a luta das mulheres contra o preconceito e discriminação nos Estados Unidos dos anos 1960 se mostra bastante atual. Principalmente para nossa realidade  aqui da America Latina. Inclusive o filme apresenta depoimentos de feministas como Betty Frieden, Rita Mae Brown, Judith Arcana, entre outras.

shes-beautiful

O filme revela várias situações, questionamentos, mobilizações e falas das mulheres que foram pioneiras do movimento feminista; na década dos anos 1960 a realidade das mulheres não era muito diferente da que temos hoje, especialmente no que diz respeito à visão machista que já se mostrava na dificuldade de acesso ao emprego, nos baixos salários, na percepção negativa sobre aquelas mulheres que confrontavam o padrão patriarcal da sociedade, sobre o direito ao seu corpo, sobre as vontades femininas, sobre o direito a liberdade, entre outras questões se mostravam tão forte quanto nos dias atuais.

A luta pela liberdade e por direitos iguais já não é de hoje, como bem demonstra o documentário da diretora Mary Dore. As imagens e depoimentos de feministas e de outras pessoas, incluindo homens e mulheres, mostrados nos filme demonstram que a luta feminista não é apenas uma luta de algumas mulheres, mas sim se trata, num plano mais amplo, da luta pelos direitos humanos tão negados ainda no contexto atual da sociedade e tão mal compreendidos por muitas pessoas.

O direito a vida, a liberdade, a subjetividade, a sexualidade assim como o direito as creches para os filhos, o combate a toda forma de assédio e de preconceito e de violência são temas universais e, portanto, não se trata de imaginação ou anseios de algumas mulheres.

images

É um filme que mostra como a mulher é tratada pela sociedade em que vivemos como objeto sexual e a serviço exclusivamente dos homens ainda tão incrustados na sociedade que se mostra conservadora, machista e retrograda e demonstrados em quase toda programação de TV, nas propagandas, peças publicitárias, nas atitudes e insinuações cotidianas dos diversos ambientes, especialmente nas empresas.

Outro ponto muito interessante deste longa é que ele aborda as vertentes do feminismo. Sério. Se você quer entender praticamente todas elas, como funcionam, suas falhas, suas glorias, suas pautas, assistam esse documentário para ontem. E o mais incrível de tudo é que você  ira enxergar neste documentário é que por mais que o feminismo tenha suas vertentes essas mulheres se juntam quando necessário e lutam uma pelas outras, e não deixam de ser extremamente seres humanas.

Resumindo bem.  O documentário She’s beautiful when she’s angry se mostra, portanto, bastante atual e indispensável para favorecer o debate nas escolas, universidades e nos diversos grupos e organizações da sociedade sobre o mundo que vivemos e suas estruturas arcaicas ainda predominantes. Abaixo deixo com vocês o trailer.  coracao-1_xl

Onde Assistir: Netflix

Fonte: Atitude 







 

tipos-de-nariz-2
Semana passada aqui no blog eu já havia trazido para vocês o assunto tão aclamado por todos o tal contorno para cada especifico tipo/formato de rosto. E o mesmo se aplica com o nariz uma vez que o mesmo é uma das características mais marcantes em um rosto de uma pessoa. Então claramente que existiria contornos diferentes para cada nariz.

Procurei diversas fotos (como a de cima) e encontrei um vídeo, que até pensei em reproduzir, mas achei melhor colocar da devida autora, porque ela arrasou ensinando. E foi com ela que consegui aprender a fazer o contorno certo para meu nariz, apesar de ainda não identificar direito qual seria o formato certinho dele.

Enfim, chega de mais delongas e assistam o vídeo abaixo. 🙂


E ai gostaram? Me digam se esse post ajudaram a vocês nos comentários abaixo, adoro conversar com vocês. coracao-1_xl







 

Como muitos de vocês sabem este fim de semana é meu aniversário, e com ele resolvi fazer uma despedida / festa de aniversário tudo junto mesmo, já que logo mais estou partindo para a Inglaterra. coracao-1_xl Nervosa estou? Ansiosa estou? Magina. Com isso resolvi mostrar para vocês algumas músicas que irão tocar na minha party. Espero que gostem da escolha.

Fifth Harmony 

Vocês vão perceber que na minha playlist só tem pop e músicas do momento. Não sou só das músicas calminhas não, adoro soltar a minha Drag interior.

Little Mix

Outro fato que vocês vão reparar aqui são letras de empoderamento feminino gosto muito de músicas com letras assim. 🙂

Beyonce

Já que estamos falando de pop não podemos esquecer jamais da rainha, da deusa Beyonce, não é mesmo?

RuPaul

E com isso obviamente não iria faltar a mama Ru never! Quem não sabe quem é essa Drag maravilhosa, você pode saber mais acessando BaquiB.

Lady Gaga

E por último, e não menos importante (MESMO) a MINHA DEUSA supressa Lady Gaga, sério. Eu amo essa mulher demais, vai ter ela demais na minha festa. coracao-1_xlcoracao-1_xl

E ai gostaram?







 

Hoje resolvi mostrar um pouco dos youtubers que eu acompanho nessa rede social chamada youtube, infelizmente não consegui colocar todos, porque se não a lista iria ficar imensa. Mas saiba os canais que eu indiquei aqui valem muito a pena, todos são muito queridos.

 

Afros e Afins (Nátaly Neri)
Mandy Candy
Canal das Bee
Hugo Nasck
Bruna Viera