Aprendi um truque incrível. Sabe quando você compra uma base para o rosto e chegando em casa você repara que ela é um tom mais claro ou mais escuro que o seu? Pois bem, agora podemos “consertar” esses pequenos danos, é muito simples. Só é necessário três coisinhas básicas, um creme pré-maquiagem (para clarear a base), um pó bronzeador (para escurecer) e um pincel de base.

Para aprender como fazer isto basta só olhar no vídeo abaixo:








 


Aprendi a fazer uma nova trança, linda e totalmente diferente. Tão exotica que não encontrei nem uma foto dela, a única foto mais parecida é esta que está acima, mas mesmo assim tem uma pequena diferença, só vendo mesmo para entender.

Então confira ela no vídeo e aprenda como fazer:








 

Já estamos em setembro e o tempo está esquentando cada dia mais. Para quem tem cabelo comprido, não gosta de passar calor e manter o cabelo preso, uma indicação é o chamado coque parisiense, aquele coque bem alto, no meio da cabeça que fez a cabeça das gringas no começo desse ano. Podendo ser usado como um coque extremamente bem preso ou com alguns fios soltos dando um ar mais bagunçadinho e que dá um charme maior. E para dar um toque a mais, aproveito que minha franja está muito comprida e faço uma trancinha nela.

Particulamente, estou viciada no coque parisiense e estou usando muito. Para o coque ficar melhor, eu indico fazer com o cabelo já quase na hora de lavar porque ele prende melhor e também porque fica bem marcado quando solto. Usar um spray fixador também ajuda a deixá-lo mais preso, especialmente no caso de quem tem o cabelo muito liso.

Fazer o coque é muito simples, então aqui vai um vídeo explicando como.

 

 








 

Em um post mais antigo, a Lena ensinou como platinar o cabelo. O processo é fácil e não muito caro quando feito em casa, no entanto depois de platinado prepare-se para gastar uma boa grana com seu cabelo porque resseca MUITO e é preciso muita hidratação pra ele voltar ao normal.

A dica é ir ao cabelereiro de 15 em 15 dias pra uma hidratação e fazer em casa também um banho de creme ou usar algum produto próprio para hidratar. No meu caso, meu cabelo demorou cerca de um mês pra voltar ao que era antes e mesmo assim ele ainda resseca mais que o normal, e também decidi não ir ao cabelereiro e todas as hidratações que fiz foram em casa, mas mesmo assim gastei uma boa grana com produtos.

Se você preferir hidratar no cabelereiro além de hidratar de 15 em 15 dias, compre um creme próprio para hidratação e use como condicionador sempre que for lavar, abusando na hora do banho e também usando creme para pentear. Se preferir fazer como eu e hidratar em casa, hidrate o cabelo toda vez que for lavar, fazendo toca-térmica e todos os produtos que tem para isso.

Infelizmente os cremes mais indicados e que mais funcionam pra hidratar são bem caros, importados e só podem ser comprados em lojas especializadas para cabelos – ou em lojas onde cabelereiros fazem suas compras, aí até saí mais barato, mas não muito -, eu indico um creme da Loreal que custou cerca de 50 reais. Se você tem possibilidade de viajar para o exterior, não economize na hora de comprar produtos pro cabelo, eles são bem mais baratos que aqui, quando viajei comprei vários tipos e eles são ótimos, meu cabelo melhorou absurdamente logo na primeira vez que usei.

Para manter a cor puxada pro branco deve-se usar algum silver, eu e Helena usamos o da Loreal que custa cerca de 75 reais no Brasil. Lembrando que cada vez que usá-lo, abuse dos cremes e tente dar uma hidratada caseira porque o silver também resseca. Fuja da chapinha e secador o máximo que puder enquanto seu cabelo estiver muito seco e eu indico fazer chapinha dois meses depois de platinar.

Deixo aqui o nome dos produtos que tenho pro meu cabelo para quem quiser. Os marcados com asteríscos são os mais caros ou que trouxe do exterior.

Shampoo e condicionadores:

TRESemmé color revitalize*

Dove Damage Therapy (embora Dove não seja muito boa com produtos de cabelo, essa linha é)

L’Oreal Professional série expert- Silver*

Para hidratação:

L’Oréal professionel série expert – absolut repair neofibrine*

Alterna – Caviar anti aging seasilk hair mask*

L’anza Healing Moisture – moi moi hair mask*

Sem enxague:

Paul Mitchell Strenght – super strong liquid treatment*

Morocccanoil – hydratung styling cream*

Helcla MultiAção semi di Lino creme para pentear (é baratinho esse, custa cerca de 12 reais e é muito bom)

 








 

Para quem gosta de roupas de marcas, o bazar Marché des Grifes é um presente. Lá é possível encontrar roupas de diversas marcas como Missoni, Pucci, Michael Kors, D&G, Burberry, Tory Burch, Loius Vuitton, A&F, Hollister, entre outras com preços que variam de 20 reais até 2000, com peças nunca usadas. Fica na R. Cel Alfredo Cabral nº 99,no Jardim Paulistano (é uma travessa da Gabriel Monteiro da Silva na altura do colégio Madre Alix) e é aberta das 13h às 20h de quinta e sexta e das 11h às 17h no fim de semana.

Uma das donas é Martina Svensson que já foi estilista da Mercearia e trabalhou na Spezzato. Então, já sabem, entende de moda e sabe muito bem o que faz, resultando de peças de muito bom gosto e que nos deixam morrendo de vontade de levar tudo! Então, chegando no endereço perguntem pela Martina porque o local é bem discreto e parece uma residência.

Eu e Helena estivemos sexta-feira lá para conferir e saímos levando um shorts jeans preto com taxinhas (por sinal iguais, haha) e ela com mais um lenço super estiloso de caveira e eu um óculos de sol.



Se quiserem saber um pouco mais sobre o bazar, só visitar o Facebook Marché des Grifes