Filmes

 

Olá! Tudo bom com vocês? 🙂

Perguntei no twitter para vocês o que vocês preferiram e vocês escolheram. Então separei alguns dos meus documentários favoritos, todos são bem humanos e voltados aos direitos humanos. Aqui só rola amor entre nós. Ok? Ok, então.


A grande maioria já fiz resenha aqui, então se quiserem saber mais detalhes de cada um só ver a lista aqui em baixo:
She’s Beautiful When She’s Angry
The Hunting Ground
Tricked 

5 documentários imperdíveis







 

maxresdefault
The Boxtrolls é um filme de animação americano de 2014, dirigido por Graham Annable e Anthony Stacchi é baseada no livro infantil “Here Be Monsters”, de Alan Snow.

Conta a história de Pontequeijo, uma cidade amaldiçoada por seres misteriosos que roubam queijos e crianças durante a noite. Um garoto órfão chamado Ovo que foi criado por criaturas do submundo chamadas Boxtrolls ressurge dos esgotos e sai da sua caixa para salvar sua família e a cidade inteira de um terrível exterminador, Arquibaldo Surrupião. Durante a aventura ele conhece Winnie, uma garota que faz com que perceba que ele é, na verdade, um humano.

the-boxtrolls
O que eu mais gostei desse filme foi saber que ele foi feito através de stop motions , sério são belíssimos e delicados. E a mensagem que o filme passa tanto para as crianças como para os adultos é muito boa. Nunca julgar o desconhecido. Conheça antes de falar. 

Recomendo para todos, aposto que você vai se prender, mesmo se você não for uma criança.


Onde assistir: NetFlix







 

anjos-do-sol
Anjos do sol
é um filme brasileiro que trata sobre a exploração sexual comercial de crianças e adolescentes. É o primeiro filme de Rudi “Foguinho” Lagemann. Logo em sua primeira sessão pública, realizada durante o Miami International Film Festival, arrematou o prêmio do júri popular para Melhor Longa de Ficção Ibero-Americano.

No elenco estão, entre outros, Antonio Calloni, Vera Holtz, Chico Diaz, Roberta Santiago, Otávio Augusto, Mary Sheyla, Darlene Glória (no papel da cafetina Vera), Bianca Comparato e a estreante Fernanda Carvalho, a protagonista, que tinha apenas onze anos na época das filmagens. A trilha sonora original conta com composições do gaúcho Flu, Felipe Radicetti e de Nervoso.

Lançamento no Brasil em 18 de agosto de 2006 e nos Estados Unidos (Nova Iorque) em 11 de agosto de 2006.

Anjos do Sol conta a saga da menina chamada Maria, de quase doze anos, que no verão de 2002 é vendida pela família, que vive no interior do Maranhão, a um recrutador de prostitutas, imaginando que a garota estaria indo viver em um local melhor que vivia, pois não sabiam que se tratava exatamente o recrutamento. Depois de ser comprada em um leilão de meninas virgens, Maria é enviada para um prostíbulo localizado numa pequena cidade, vizinha a um garimpo, na floresta amazônica.

Após meses sofrendo abusos, Maria consegue fugir e atravessa o Brasil na carona de caminhões. Ao chegar ao seu novo destino, o Rio de Janeiro, a prostituição se coloca novamente no seu caminho e suas atitudes, frente aos novos desafios, se tornam inesperadas e surpreendentes.

O filme é realmente intenso e chocante, recomendo vocês assistirem em um dia vocês estiverem bem ou mal com o mundo pra acabar com tudo de vez acompanhado de muito chocolate, claramente. Mas vale realmente a pela, por tratar de realidade de várias meninas do Brasil e ser um filme brasileiro realmente bem produzido com performances ótimas.

Abaixo deixei o trailer do filme para vocês verem:

Onde assistir: Youtube 







 

eat-pray-love-movie

Eat Pray Love (Comer, Rezar, Amar título no Brasil) é um filme americano de 2010. Um drama dirigido por Ryan Murphy, estrelado por Julia Roberts, adaptação para o cinema do best-seller autobiográfico Eat, Pray, Love: One Woman’s Search for Everything Across Italy, India and Indonesia, de Elizabeth Gilbert. Estreou em 13 de agosto de 2010.

Liz Gilbert (Julia Roberts) tinha tudo o que uma mulher moderna deve sonhar em ter – um marido, uma casa, uma carreira bem-sucedida – ainda assim, como muitas outras pessoas, ela está perdida, confusa e em busca do que ela realmente deseja na vida. Recentemente divorciada e num momento decisivo, Gilbert sai da zona de conforto, arriscando tudo para mudar sua vida, embarcando em uma jornada por três países que se transforma em uma busca por auto-conhecimento.

Na Itália, ela encontra o verdadeiro prazer da gastronomia. Na Índia, explora sua espiritualidade com o poder da oração. Em Bali, encontra sua paz interior e, inesperadamente, equilíbrio de um verdadeiro amor.

Filme-Comer-Rezar-e-Amar-Sinopse-Elenco-Trailer1
Eu nunca pensei que iria gostar desse filme. Quando esse mesmo lançou eu lembro que eu era adolescente e me recordo da minha mãe louca atrás dele no cinema, porque ela tinha lido o livro. E eu não via graça porque achava que só falava de uma mulher que queria achar um homem, e acreditava fielmente que esse filme nunca faria sentido na minha vida. Mas ele fez agora, e não sei se é a idade ou o que é, mas ele é muito mais do que isso.

Estou louca para comprar o livro em inglês, porque aproveito e treino um pouco a gramática e vejo se é muito diferente do filme.

Depois que terminei ele eu vi o quanto eu estava errada. A história é muito mais profunda do que isso. Fala muito mais de autoconhecimento, e de empatia ao próximo também. Eu fiquei apaixonada, acho que todo mundo deveria assistir esse filme. E por conta desse filme finalmente tomei a coragem que sempre senti dentro de mim de fazer uma viagem completamente sozinha para um lugar que sempre quis e que eu vou planejar. Ainda não vou contar para vocês, só quando isso se realizar.

 

Onde Assistir: Netflix







 

a-escolha-de-sofia
Sophie’s Choice (tradução: A Escolha de Sofia) é filme estadunidense de 1982, do gênero drama, dirigido e roteirizado por Alan J. Pakula e baseado no romance de 1979 de William Styron.

A história se passa em 1947 trazendo como primeira vista o personagem principal Stingo (Peter MacNicol). Um jovem aspirante a escritor vindo do sul que decide morar no Brooklyn na casa de Yetta Zimmerman (Rita Karin),  que disponibilizava quartos para alugar. Lá ele conhece sua vizinha de quarto de cima, e outra personagem principal, Sofia Zawistowska (Meryl Streep), que é polonesa e fora prisioneira em um campo de concentração nazista e Nathan Landau (Kevin Kline), namorado dela, um carismático judeu dono de um temperamento totalmente instável.

Em pouco tempo tornam-se amigos, sendo que Stingo não tem a menor idéia dos segredos que Sofia esconde nem da insanidade de Nathan.

colsophies

Nathan já me irrita de cara, porque logo no começo você já percebe o quanto relacionamento dele com a Sofia é abusivo. Ele é o típico cara que faz um monte de merd**, depois volta e falas desculpa, diz que vai melhorar e faz tudo de novo. Recado: caras assim não mudam!

E o começo do filme é bem arrastado, tem cenas que não precisavam ter, mas isso é típico de filme antigo. Mas minha dica é para vocês não desistirem! Sejam fortes! Eu só não desisti porque fiquei sabendo dos spoilers e quem me segue nas redes sociais já sabe que sou louca por eles, e eles me fizeram continuar. E vale a pena, a história é bem dramática e linda.

Recomendo para quem gosta de filmes de dramas, intensos que te fazem pensar na vida depois. Enfim, deixo o trailer abaixo. 🙂