pronto-hannibal8
quentin-tarantino-quentin-tarantino-17086804-1600-1200

Quentin Tarantino é um dos meus diretores favoritos, já assisti todos os filmes dele mais de uma vez. E não, não é por causa de Kill Bill. E hoje esse post é para falar que a partir da semana que vem vamos postar sobre cada filme dele.

Quentin Jerome Tarantino nasceu em Knoxville em 27 de março de 1963, no estado do Tennessee, nos Estados Unidos. Ele é considerado um “geek de cinema”, todos os seus filmes tem milhares de referências a vários outros filmes. Ele é diretor, roteirista, produtor de cinema e ator.

Seus filmes sempre seguem as mesmas características: repetição de atores, roteiros não-lineares, diálogos memoráveis e o uso excessivo de violência.

Em 1984 Tarantino começou a trabalhar como balconista na Video Archives, uma famosa locadora de filmes em Manhattan Beach; lá se tornou amigo de Roger Avary, um colega de trabalho com quem mais tarde viria a colaborar em Pulp Fiction. Com 22 anos ele escreveu seu primeiro roteiros, intitulado “Captain Peachfuzz and the Anchovy Bandit”.

Antes de se tornar diretor, Tarantino queria ser ator. Ele inciou sua carreira fazendo pontas em diversos filmes e também fazendo o Curso de Direção do Sundance Institute. Chegou a atuar em diversas séries da TV americana e escrever roteiros que se tornariam sucessos em Hollywood, como os de Amor à Queima-Roupa (1993), de Tony Scott, e Assassinos Por Natureza (1994), de Oliver Stone. Estreou na direção com uma produção independente, Cães de Aluguel (1992), que foi coproduzida pelo ator Harvey Keitel.

Além de citar outros filmes, seus filmes fazem referência às próprias produções de Tarantino. Confiram a teoria do vídeo abaixo:

Resenhas:

Cães de Aluguel: Foi tão bom para você quanto foi para mim?

Pulp Fiction: o moralismo de Tarantino








Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *